O trailer oficial de Battlefield 1 vem batendo recorde atrás de recorde. Não apenas é o trailer de games mais assistido da história, também é um dos mais curtidos e com maior alcance de visualizações.

 

 

Andrew Wilson CEO EA
Andrew Wilson CEO EA

Essa informação foi revelada pelo CEO (Chief Executive Officer) Andrew Wilson, durante um encontro com investidores semana passada. Apesar de usar termos generosos e tentar de certa forma diminuir a importância dessa revelação, confirmou algo que a maior parte dos gamers odeiam.

Wilson disse que a EA planeja ganhar bastante utilizando “oportunidades de monetização extras” sem fazer com que o jogo pareça ter um modelo “Pay to Win”

Segundo ele, “Olhando de fora, toda vez que pensamos em inserir monetização extra em uma experiência, nós pensamos em dois vetores: Primeiro, seremos capazes de providenciar valor aos jogadores, em termos de expandir e melhorar a experiência deles? Em segundo lugar, podemos efetuar isso em um mundo onde nós oferecemos escolha a eles? Nós nunca queremos estar em um lugar onde exista uma crença que estamos providenciando uma mecânica ‘Pay to Win’ dentro de nossos jogos.

Ele continuou afirmando que a EA esta se preparando para utilizar tanto macro quanto micro transações no Battlefield 1, para oferecer uma “experiência aumentada” aos jogadores. Basicamente pacotes de mapas e itens dentro do jogo destravados, pagando dinheiro de verdade, as tais “micro-transações”. Inclusive, já utilizados nas últimas versões dos jogos da franquia, os tais “pacotes de atalho”.

No Battlefield 1, você terá oportunidades de monetização tanto de mapas e conteúdo de larga escala, quanto oportunidades de micro monetização, pequenos incrementos de gameplay, e com o passar do tempo, vocês verão elementos de jogabilidade que permitirão aos jogadores interagir, focar, estender e aumentar a experiência do jogo. Muito parecido com a forma na qual os jogadores já fazem isso no FIFA Ultimate Team, ou no Madden Ultimate Team hoje em dia. Nos sentimos confiantes em nossa habilidade de entregar algo de valor, e aumentar o engajamento do jogador conosco através do tempo.

Isso não é nenhuma novidade, afinal, micro-transações são uma das formas mais lucrativas de ganhar dinheiro com jogos hoje em dia, e a própria divisão de esportes da EA está tendo muito sucesso no formato.

A principal concorrente da EA, a Activision já usa com sucesso o modelo de pacotes de suprimento no Call of Duty Black Ops 3, e quem não lembra o sucesso absoluto da Rockstar com a venda de cartões de crédito de GTA Online? 500 milhões em lucro, só vendendo dinheiro no jogo? 

Fonte: multigames

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Verifique também

Battlefield: Novo game será mais parecido com BF3 e BF4, segundo insider

Grandes informações sobre o próximo Battlefield podem ter sido reveladas antes da hora Em …