A decisão de limitar a conexão dos clientes de acordo com os pacotes adquiridos isolou a Vivo das concorrentes, uma vez que até agora a operadora é a única que se mostrou disposta a tomar tal medida no setor de internet fixa. O UOL procurou as principais representantes do setor e confirmou que nenhuma delas pretende seguir os passos da Vivo: TIM, Oi e NET informaram que deixarão as coisas como estão.

O caso mais favorável para os consumidores parece ser o da TIM, que sequer comercializa planos com franquia mensal de dados prevendo a redução da velocidade ou o bloqueio do sinal.

A Oi está no meio do caminho, pois informa, no contrato, que há uma franquia de dados, mas a operadora garante que não reduz a velocidade e nem interrompe a navegação quando o plano acaba. A prestação do serviço de forma ilimitada ocorre como medida promocional, portanto a ação pode ser encerrada a qualquer momento – se isso acontecer, entretanto, a empresa diz que fará um comunicado com 30 dias de antecedência.

Na outra ponta fica a NET, que não chega a cortar a conexão, mas prevê em contrato a redução da velocidade para quando os clientes extrapolam o plano contratado. Mas a assessoria da empresa explicou ao UOL que a medida só é aplicada em casos extremos, e mesmo assim os clientes são avisados por e-mail quando estão próximos de atingir e ultrapassar o limite.

Fonte:  olhardigital

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Verifique também

Feliz aniversário NAGEL

Brother, desejamos tudo de bom pra uma pessoa querida como você! Muita saúde, paz, família…