Um dia depois do naufrágio trágico do Titanic, o maître do barco Prinz Adalbert, que navegava pela área, tirou uma foto do iceberg com o qual o transatlântico teria supostamente se chocado, no Atlântico Norte.
Segundo o autor da fotografia, a captura foi feita quando ainda não se sabia nada sobre a tragédia. Ele disse que chamou sua atenção a mancha de pintura vermelha que o iceberg apresentava, como se um barco tivesse acabado de raspar nele.

A foto foi exibida por décadas nas paredes de um escritório de advocacia, que representava os proprietários do Titanic, a empresa White Star Line. Após seu fechamento, em 2002, os sócios decidiram leiloá-la, junto com uma nota.

A nota diz o seguinte: “Um dia depois do naufrágio do Titanic, o barco a vapor Prinz Adalbert passou pelo iceberg que é mostrado nesta fotografia. Ainda desconhecíamos o desastre do Titanic. Em um dos lados (do iceberg), a pintura vermelha estava claramente visível e parecia ser resultado do atrito de uma embarcação com o iceberg. SS Prinz Adalbert Hamburg America Line”.

Embora não existam provas que revelem se, de fato, a foto mostra o iceberg com o qual o Titanic se chocou, a verdade é que seu leilão, realizado na Inglaterra, teve uma base de US$ 23.200.

O Titanic afundou entre a noite do dia 14 e a manhã do dia 15 de abril de 1912

Fonte: seuhistory via observador

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Leia também

Cidade bíblica de Sodoma pode ter sido destruída por asteroide

Existe uma passagem bíblica que fala da destruição de Sodoma, uma cidade nos arredores do …