Operadoras como Vivo, Oi e Claro/NET podem passar a limitar o acesso à internet fixa através de franquias mensais, na qual usuários que quisessem utilizar mais dados teriam que comprar pacotes adicionais, assim como acontece com a internet móvel. O Ministério Público do Distrito Federal está investigando o caso, e concedeu dez dias para que as empresas que pretendem limitar a internet defendam a ação. As operadoras têm intenção de adotar a nova regra até dezembro, segundo o promotor Paulo Binicheski.

É esperado que as operadoras expliquem em um documento o plano de serviço, especificando como querem cobrear pela internet. Além disso, ela devem encaminhar ao Ministério Público cópias de contratos e materiais publicitários dos últimos 12 meses. As franquias continuarão ilimitadas até 31 de dezembro. Depois desse prazo, se as operadoras estipularem um limite de franquia, poderá ocorrer bloqueio ou redução de velocidade da internet. A empresas NET e Oi também pretendem estipular franquias para os serviços Vírtua e Velox.

A nova limitação teria um efeito negativo para quem usa serviços de streaming, como Spotifyou Youtube, segundo o  promotor Paulo Binicheski. A “Proteste”, Associação Brasileira de Defesa ao Consumidor, é contra a possível regra. “A Anatel não pode se omitir e aceitar essa mudança, porque o consumidor sairá perdendo”, disse a Associação.

Mas a Anatel explica que o uso de franquias na internet fixa é previsto pela regulamentação. As operadoras apenas precisam informar o consumo de dados e alertar sobre o limite de consumo.

Operadoras como NET e Oi já estipulam franquias mensais. A operadora Vivo, que pretende adotar a regra até ano que vem, disse que “à medida que isto vier a ocorrer no futuro, a empresa fará um trabalho prévio educativo, por meio de ferramentas adequadas, para que o cliente possa aferir o seu consumo”.

Fonte:  adrenaline

5 Comentários

  1. Debora

    22 de março de 2016 em 19:05

    Pode até ter limite ,mas tem é que ter qualidade,porque anda uma porcaria.

    Resposta

  2. Oliveira

    22 de março de 2016 em 20:16

    Esse país está ficando um lixo essas empresas não respeitao o consumidor prestao um serviço no mínimo questionáveis w ainda querem diminuir os serviços dos usuários …porra e uma vergonha … E isso só acontece no Brasil porque lá fora só falta o dar de graça para manter o cliente não dá para acreditar

    Resposta

  3. Jose Aristides A.C.da Silva

    22 de março de 2016 em 21:57

    Bem a muito tempo observo a tramoia das operadoras de telefonia em geral tanto no que
    Tange a plano de minutos etc e tal.A tática sempre foi jogar uma operadora contra outra
    Para sempre extrair sempre o melhor a bons preços.
    A internet é coisa mais recente de 10 anos para cá sempre me policiei,para não tornar dependente como a geração “Wifi”.Mesmo assim acho uma tremenda sacanagem tendo contrato antigo sem limites de dados as operadoras agora quererem no meio do jogo,mudarem as regras.sendo que a nossa telefonia é uma das mais caras do mundo.

    Resposta

  4. Alfredo

    23 de março de 2016 em 13:23

    Mais uma roubalheira contra o consumidor e a Anatel como sempre endossa qualquer coisa que as operadoras inventam.
    É triste mas o Brasil realmente é o fim do mundo em termos de telecomunicações enum paus continental como o nosso só ter duas empresas de Banda larga. E claro que isso é um conxavo com o objetivo de ferrar o cinsumidor

    Resposta

  5. Alexandre Henrique Viegas da Silva

    24 de março de 2016 em 07:59

    Tem é que começar a boicotar esse sistema de telefonia e procurar buscar alternativas de transmissão via satélite.
    Tecnologia é o que não falta.
    É hora de trazer as empresas americanas pro Brasil aí sim acabar com essa palhaçada.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Leia também

Magazine Luiza anuncia compra do Jovem Nerd e entra no mundo da cultura pop

O Magalu anunciou nesta quarta-feira (14) a aquisição do Jovem Nerd, uma das maiores plata…