A Netflix causou certo burburinho na semana passada ao afirmar que pretende tomar medidas para impedir que seus usuários assistam conteúdo fora dos países onde estão, mas provedores de serviços que mascaram o acesso garantem que não será tão fácil derrotá-los.

O problema com ações como as anunciadas pela Netflix é que muita gente usa esses serviços (geralmente pagos) por razões legítimas – quem não confia no Wi-Fi público de hotéis, cafeterias e parques, por exemplo. Se a Netflix simplesmente bloquear IPs relacionados a VPNs, várias pessoas podem ficar no escuro sem ter feito nada de errado.

Empresas que oferecem opções para quem prefere mascarar seu acesso vêm se pronunciando publicamente contra as declarações da Netflix. Como destaca o The Next Web, boa parte delas garante que já está um passo à frente.

É o caso da Slick VPN, que disse que vai migrar de IP sempre que houver um bloqueio. A TorGuard também se pronunciou, afirmando que vai monitorar a situação e que já implementou maneiras de contornar eventuais bloqueios. “Usuários de VPN que encontrarem problemas para acessar a Netflix são encorajados a nos contatar.”

Fonte: olhardigital

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Verifique também

Novo iPhone pode ser lançado dia 13 de outubro, sugerem fontes.

A Apple pode estar próxima de lançar o novo iPhone 12 no dia 13 de outubro. A informação é…