A atriz Jada Pinkett Smith e o diretor Spike Lee ameaçaram boicotar a cerimónia do Oscar 2016 devido a não-nomeação de atores negros para as categorias de atuação pelo segundo ano consecutivo. Desta forma, tanto a atriz como o diretor não vão estar presentes na cerimónia e, segundo Pinkett Smith, nem irão visualizar a entrega das estatuetas.

A ausência de atrizes e atores negros ou latinos entre os 20 nomeados gerou várias críticas nas redes sociais, tendo sido utilizada, novamente, a hashtag #OscarsSoWhite.

spike-lee-and-jada-pinkett-smith-lead-oscar-boycott-over-all-white-ballot-797739

Spike Lee utilizou a rede Instagram para compartilhar uma carta, dizendo:

“Dr. King disse “Chega uma altura em que temos de tomar uma posição que não é segura, nem política, nem popular, mas temos de tomá-la porque a nossa consciência nos diz que não está certo”

A atriz aproveitou também para publicar um vídeo no Facebook, apelando pela união das comunidades, dizendo: “Talvez seja a hora de tirarmos os nossos recursos e investirmos nas nossas comunidades e nos nossos programas”.

Quem também foi bastante crítica com esta situação foi Cheryl Boone Isaacs, presidente da Academy of Motions Picture Arts and Science, afirmando estar “de coração partido com a falta de inclusão, sendo que a Academia está tomando medidas drásticas para alterar a composição atual”.

Diante disto, e segundo afirma o jornal The Guardian, a Academia está pensando em alterar os nomeados. Nas próximas semanas será feita uma nova análise das nomeações, com o intuito de incluir atores e atrizes negras.

Fonte:  tribogamer

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Leia também

Magazine Luiza compra Sode e acelera nas entregas ultrarrápidas

Com aquisição, Magalu vai reforçar suas entregas em menos de 1 hora, que já são feitas a p…