O ano de 2015 foi recheado de novidades no mercado de smartphones brasileiro.

Como de praxe, a Samsung foi a campeã no quesito lançamento de aparelhos, mas quem chegou com várias opções neste ano pela primeira vez foi a Asus. Antes apenas com dois modelos à venda no mercado nacional, a empresa trouxe a família Zenfone 2, o Zenfone Go e o Asus Live.

Este também foi o ano em que iPhone chegou a um novo patamar de preço. O modelo mais básico do smartphone da Apple sai por 4.000 reais.

Nem o concorrente com Android, o Galaxy Note 5 chegou ao Brasil por um valor tão alto, apesar da diferença ser de 200 reais (3.800 reais).

A Sony mantém sua estratégia de renovação de linha semestralmente, o que implica no lançamento de diversos aparelhos por ano. Vale notar que fabricante lidera o ranking de queda de preço de smartphones após um ano de lançamento.

Em julho deste ano, quem chegou ao mercado brasileiro foi a chinesa Xiaomi. Em 2015, a companhia optou por trazer dois modelos: o Redmi 2 e o Redmi 2 Pro. Enquanto o primeiro é uma ótima opção de smartphone por 500 reais, o segundo se mostrou uma versão mais potente, mas com péssima duração de bateria.

A Microsoft diminuiu o ritmo no seu segmento de smartphones e trouxe pouquíssimos modelos ao mercado nacional. Vale destaque o Lumia 640, que é um aparelho bom e barato com Windows Phone. O Lumia 950, o mais novo topo de linha da marca, não chegou ao Brasil neste ano.

O INFOLab analisou a maioria dos smartphones lançados em 2015 e elaborou um ranking mostrando quais foram os melhores do ano. Mais informações sobre os aparelhos podem ser encontradas no nosso canal de reviews.

Vale ressaltar que a lista foi elaborada com base nos smartphones testados no INFOlab ao longo deste ano.

Galaxy Note 5

Samsung_galaxy-note-5

O Galaxy Note 5 é o quinto integrante da linha Note, lançada pela Samsung em 2011. Seu principal diferencial é uma caneta inteligente chamada S-Pen, que permite desenhar na tela. Por dentro, o gadget é potente. Ele tem 4 GB de RAM, processador Exynos 7420 e 32 GB de armazenamento interno. Seu corpo é feito com uma mistura de vidro e metal, algo até 2015 nunca visto nos integrantes da família Note. Ele peca por não ter entrada para cartão microSD, o que impossibilita o usuário de expandir a memória após a compra. As câmeras do aparelho são de 16 MP e 5 MP. Na principal, dá até para regular a velocidade do obturador, o que ajuda a desfocar o fundo das imagens, como se faz com câmeras DSLR.

Preço: 3.800 reais
Nota: 9,1
Leia o review.

 

iPhone 6s

Apple_iphone-6s

O iPhone 6s é o primeiro a vir com suporte para 3D Touch, uma tecnologia que permite ao aparelho reconhecer diferentes tipos de pressão na tela. O recurso funciona como o botão direito do seu mouse. Quando você pressiona de maneira mais forte o ícone de um app como o Facebook, ele mostra opções de interação, como publicar uma foto ou atualizar o status. No dia a dia, o gadget se saiu muito bem, mas, como a maioria dos iPhones, ele ainda deixa o consumidor na mão por causa da baixa duração de bateria. Por outro lado, as câmeras melhoraram em relação ao iPhone 6, especialmente a frontal. Ela agora tem uma espécie de flash emitido pela tela, que ilumina o usuário na hora da selfie. O preço, no entanto, está mais alto do que nunca.

Preço: 4.000
Nota: 9.1
Veja o vídeo.

 

Galaxy S6 Edge

Samsung_galaxy-s6-edge

O Galaxy S6 Edge foi o primeiro smartphone da Samsung a vir com as duas laterais da tela curvas. Fora a estética, o smartphone também marcou a estreia do novo padrão visual da Samsung. A empresa deixou para trás o plástico em prol do Gorilla Glass 4, que reveste tanto a tela quanto a parte traseira do produto.

Preço: 2.600 reais
Nota: 9,1
Leia o review.

Moto X Force

Motorola_moto-x-force

Com tela praticamente inquebrável, o Moto X Force é o smartphone mais potente já lançado pela Motorola. O aparelho tem o processador mais veloz da Qualcomm no momento, um Snapdragon 810. Fora isso, ele tem 3 GB de RAM, 64 GB de armazenamento interno e suporte para a expansão da memória com um cartão microSD “de até 2 TB”, segundo a fabricante. A marca oferece quatro anos de garantia quanto a problemas na tela do X Force.

Preço: 3.149 reais
Nota: 9,0
Leia o review.

 

LG G4

LG-g4

O LG G4 é o smartphone ideal para quem quer um aparelho “livre”. Ele tem entrada para cartão microSD para expandir a memória, o que falta no rival Galaxy S6 Edge, e sua bateria é removível, o que ajuda no caso de uma eventual substituição. Sua tela também é destaque por ser inovadora. A LG foi a primeira fabricante de smartphones a utilizar um display com tecnologia de pontos quânticos, em vez de adotar o Amoled ou o LED retroiluminado. Em termos práticos, isso faz com a imagem fique com bastante brilho e ótima qualidade geral.

Preço: 2.300 reais
Nota: 8,9
Leia o review.

 

Xperia Z5

 

O mais novo smartphone topo de linha da Sony se chama Xperia Z5 e foi o melhor gadget da marca a passar pela análise do INFOlab em 2015. Ele tem novidades interessantes, como uma tela com resolução 4K, um sensor de impressões de digitais que desbloqueia a tela e o processador mais potente da Qualcomm disponível no mercado (o Snapdragon 810 octa-core).

Preço: 4.300 reais
Nota: 8,9

 

Moto X Style

Motorola_moto-x-style

Enquanto o Moto X Play é uma versão 1.000 reais mais barata, o Moto X Style é o verdadeiro sucessor do Moto X de segunda geração, lançado pela Motorola em 2014. O aparelho tem todas as características de sucesso do modelo antigo e ainda vem com mais poder de processamento, graças ao processador Qualcomm Snapdragon 808 hexa-core e aos seus 3 GB de memória RAM. O armazenamento interno de 32 GB pode ser expandido com um cartão microSD.As câmeras também melhoraram e, agora, registram imagens de boa qualidade. A câmera frontal de 5 MP tem até flash LED para que seja possível fotografar em ambientes mal iluminados. A principal tem 21 MP e flash LED duplo, que equilibra as cores da imagem quando necessário.

Preço 2.500 reais
Nota 8,9
Leia o review.

 

Zenfone 2

ASUS_zenfone-2

A Asus não tinha um smartphone disputando o topo da gama intermediária no mercado brasileiro até o lançamento do Zenfone 2, o que aconteceu no segundo semestre de 2015. O produto veio para bater de frente com alguns dos melhores dispositivos com sistema Android do mercado nacional, como o Moto X Play e o Xperia M4 Aqua. O aparelho vem duas versões: uma com processador Intel Atom Z3560 de 1,8 GHz e 2 GB de RAM e outra, mais potente, com um Intel Atom Z3580 de 2,33 GHz e 4 GB de RAM.

Preço: 1.500 reais
Nota: 8,3
Leia o review.

 

Zenfone 2 Selfie

ASUS_zenfone-2-selfie

Agora, mudando de categoria de smartphone e indo para a faixa de preço abaixo de 1.500 reais, temos alguns aparelhos que merecem destaque em 2015. O Zenfone 2 Selfie é para quem tem o hábito de tirar fotos com grandes grupos, seja com amigos ou com a família. Sua câmera frontal é sem igual no mercado brasileiro: ela tem 13 MP. Só o Huawei Ascend P7 tem uma câmera que chega perto disso, com 8 MP. Fora isso, ele tem processador Qualcomm Snapdragon 615 octa-core, 3 GB de RAM e 32 GB de armazenamento interno (com suporte para cartão microSD). Sua tela de 5 polegadas tem resolução Full HD. Um defeito é o posicionamento do botão de liga/desliga, que fica no topo do produto e é de difícil acesso para o usuário.

Preço: 1.300 reais
Nota: 8,9
Leia o review.

 

Quantum Go

Positivo_quantum-go

Mantida pela Positivo, a Quantum é uma nova marca de smartphones que fez a sua estreia no Brasil neste ano com o lançamento do Quantum Go. O aparelho tem processador de oito núcleos da MediaTek, tela HD de cinco polegadas e suporte para a rede 4G. Com design parecido com smartphones da Sony, o gadget se mostrou uma boa opção de smartphone que sai por menos de 1.000 reais. A câmera principal tem qualidade razoável, enquanto a frontal é mais fraca. Mas o preço do aparelho chama a atenção, assim como o Android Lollipop praticamente da forma como foi concebido pelo Google.

Preço: 900
Nota: 8,7
Leia o review.

Lumia 640

Microsoft_lumia-640

O Lumia 640 é o Moto G da Microsoft: um aparelho bom e barato que roda Windows Phone 8.1. O smartphone, que conta com suporte para dois chips de operadora (um 3G e outro 2G), tem configuração de hardware intermediária e um bom acabamento, apesar de contar com uma capa traseira feita em plástico. O display de 5 polegadas do Lumia 640 tem resolução HD (720p), colocando-se cabeça a cabeça com as demais ofertas de smartphones na faixa de preço em que é vendido.

Preço: 600 reais
Nota: 8,6
Leia o review.

Galaxy A5

Samsung_galaxy-a5

Este smartphone se destaca tanto pela sua construção refinada para a categoria, quanto pelas suas câmeras. Para selfies, ele tem uma câmera frontal de 5 MP com Iangulo de captura de quase 90º. A principal tem 13 MP com flash LED e registra imagens com qualidade boa (entre os smartphones da mesma categoria). Sua bateria merece menção. Ela aguentou por mais de nove horas o teste do INFOlab, algo que aparelhos bem mais caros não conseguiram.

Preço: 900
Nota: 8,3
Leia o review.

 

Redmi 2

 

O Redmi 2 é o primeiro smartphone da Xiaomi no mercado brasileiro. Ele chegou com o preço competitivo de 500 reais e uma configuração que dá conta das principais tarefas feitas em um smartphone atualmente. Seu processador é um Snapdragon 410, o mesmo usado pelo Moto G de terceira geração, e ele tem 1 GB de RAM. As câmeras do produto são de 8 MP e 2 MP. A Xiaomi tenta compensar a falta de qualidade de sua câmera frontal com filtros de imagem que embelezam a pele do usuário. O recurso lembra o efeito de sharpen do Photoshop.

Preço: 500 reais
Nota: 8,1
Leia o review.

Fonte:  exame.abril

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Verifique também

Novo iPhone pode ser lançado dia 13 de outubro, sugerem fontes.

A Apple pode estar próxima de lançar o novo iPhone 12 no dia 13 de outubro. A informação é…