Uma parceria entre a Microsoft e a Ford resultou em um joystick conceitual inspirado no carro superesportivo Ford GT, que é a estrela da capa do game de corrida “Forza 6”. Utilizando como base o controle Elite, os designers se inspiraram em detalhes do carro que está previsto para ser lançado em 2016.

O primeiro aspecto que chama a atenção é o esquema de cores, azul e preto. A combinação também é pontuada por peças pintadas na cor prata, como os gatilhos na traseira do controle, e insertos de fibra de carbono, material leve e resistente que foi utilizado na construção do chassi do carro. A alavanca analógica esquerda possui um apoio específico para o dedo polegar, com o intuito de dar mais precisão na hora de jogar games de corrida.

Inspiração do joystick, o Ford GT está previsto para chegar às ruas em 2016

Outra novidade é a tampa do compartimento destinado às pilhas (ou ao dispositivo recarregável Play and Charge) transparente, assim como ocorre na cobertura do motor do carro. Por fim, a porção traseira dos gatilhos LT e RT é cortada, deixando à mostra o sistema de vibração utilizado nesses botões.

Controle elitista

Ainda que não haja previsão para o lançamento comercial desse joystick feito em parceria entre Microsoft e Ford, o controle Elite já está disponível em alguns mercados. Nos Estados Unidos, por exemplo, ele sai por US$ 150 (aproximadamente R$ 570), mas se encontra esgotado na maioria das lojas. Já no Brasil, o site oficial do Xbox diz que o acessório chega ainda em 2015, porém não há data certa para o lançamento.

Além do preço extra, o controle Elite traz diversos aprimoramentos em relação ao joystick tradicional do Xbox One. Destacam-se melhorias ergonômicas, botões programáveis, “pedais” na traseira e peças intercambiáveis.

Fonte:  jogos.uol

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Verifique também

Depois da Intel, Apple deve abandonar parceria com AMD em favor de GPUs proprietárias

A estratégia da Apple de substituir processadores Intel por seus próprios baseados na arqu…