Eu costumo dizer que quase tudo é possível, com tempo, vontade e dinheiro. Parece uma equação simples, mas tirando iniciativas privadas como a SpaceX de Elon Musk e a Virgin Galactic do Richard Branson, poucos governos podem se dar o luxo de colocá-la em prática.

Por $orte, esse é o caso de Dubai. Por lá, a polícia patrulha as ruas e estradas com carros modestos como McLaren MP4-12C, ou Lamborghinis, Aston Martins, Mercedes SLS, Bentleys e Ferraris. E Camaros, mas esses nem vale a pena citar, porque fica chato.

Para defender uma das cidades mais ricas do planeta e lutar contra problemas bem sérios como tráfico de seres humanos, os oficiais também usam Google Glass:

A novidade agora é um contrato entre o Serviço de Defesa Civil de Dubai e a Martin Aircraft Company, que oficializa a compra de 20 jetpacks (com preço estimado em US$ 150 mil cada) e dois simuladores para treinamento. O objetivo é dar aos socorristas e bombeiros a habilidade de superar obstáculos para quem estaria a pé, além de salvar pessoas e combater chamas no alto de prédios. Assim:

Com a quantidade de arranha-céus que eles constróem por lá, trata-se de uma preocupação legítima. Como disse o tenente-coronel Hassan Alumtawa: “Às vezes nós temos dificuldade de chegar aos andares mais altos destes prédios. Os jetpacks podem chegar mais perto para avaliar o tamanho do problema. Nós vamos modificá-los e adicionar câmeras com sensores de temperatura”.

Os bombeiros também estariam fazendo testes de controle de um trenzinho de jetpacks não tripulados, com um socorrista à frente. O foco inicial é conseguir tirar pessoas de dentro destes ambientes em risco. Eu particularmente acredito que esta não seja lá a melhor ideia do mundo, mas vamos esperar pra ver.

JetPackDubai700_firefighter01

JetPackDubai700_firefighter02

Vale dizer que estes jetpacks da Martin Aircraft não são compactos nem tão manobráveis como a gente esperaria em um produto como esse. E que, ao lançar um jato de água contra as chamas, diz a física que o jetpack será arremessado na direção contrária com a mesma força, o que certamente demanda um treinamento muito preciso para controlar o aparelho e se manter no ar sem causar mais um acidente.

De qualquer forma, eles possuem duas turbinas alimentadas por motores V4, capazes de levantar voos a 74 km/h e atingir até 914 metros de altitude (o prédio mais alto por lá tem 828 metros, com autonomia de cerca de 30 minutos ininterruptos. Bom, né?

No mais, Dubai sendo Dubai. Agora eu pergunto: quais outras ideias ao redor do tema vocês teriam para utilizar jetpacks como esses? Sejam criativos.

Fonte: tecnoblog

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Verifique também

TV 8K da Sony ‘ideal para PS5’ chega ao Brasil com 75″ e preço de carro

Modelo já está disponível para comprar no site oficial da marca A Sony começa a vender a n…