O Superior Tribunal de Justiça condenou a Telefônica, dona da operadora de telefonia e internet Vivo, por realizar propaganda enganosa. Segundo a decisão, as peças publicitárias veiculadas pela empresa na TV escondiam informações valiosas do consumidor.

A ação, movida pelo Ministério Público do Rio de Janeiro, citava as tradicionais “letras miúdas” nos comerciais da Vivo – informações que surgiam rapidamente, sem tempo para o espectador ler, e com tamanho de letra quase ilegível – que informavam sobre possíveis falhas no serviço de internet 3G.

Segundo o Código de Defesa do Consumidor, esse tipo de informação precisa estar em destaque, em letras com tamanho de fácil visualização. Com a condenação, a Telefônica será obrigada a pagar indenização a qualquer cliente que se sentir lesado por falhas no serviço de internet móvel.

Fonte: olhardigital via O Globo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Leia também

Privatização dos Correios – Projeto de Lei é enviado para Câmara

Bolsonaro acaba de confirmar detalhes sobre a PL de desestatização do serviço Jair Bolsona…