[+update]: Como nos avisaram nos comentários, nesse link você consegue conferir “o outro lado da história, coma versão do moderador RiotLyte, responsável pelo banimento. No post, Lin afirma que não podem mostrar favoritismo, mesmo se tratando de uma pessoa conhecida na comunidade. Também afirmou que além do comentários “tóxicos”, a Riot também busca a solução dos “gameplays tóxicos” e que está demorando mais que gostariam, mas os xingamentos não serão relevados só porque o outro gamer está comprometendo o jogo.

[+texto original]: A Riot vem tentando reduzir as brigas e os palavrões entre os jogadores de League of Legends, e o Youtuber Dunkey acabou descobrindo da pior maneira o que acontece com quem passa da conta.

A confusão começou após uma partida em que Dunkey perdeu a paciência com a forma com o modo do outro jogador, que parecia atuar como um intentional feeder (jogador que se mata constantemente para beneficiar o time adversário) e o xingou com um equivalente menos polido de “você é uma pessoa sem uso formado de coisas inúteis e que deveria ser baleado nas ruas” (o vídeo mostra a ofensa original). O resultado é que após a partida, o Youtuber foi banido por 5 dias.

Ao invés de uma reflexão sobre sua agressividade desnecessária, Dunkey aproveitou a ocasião para… xingar mais. O Youtuber questionou o controle da empresa sobre um aspecto que traz a diversão ao game (se xingar) e jogou a culpa pela “toxidade” dos jogadores no próprio game:

League of Legends não funciona como um jogo competitivo ou para se divertir com seus amigos. Tenho 8 mil partidas nele e tenho alguma legitimidade para avaliá-lo. […] Eu e meus amigos apenas ficamos conversando e muitas vezes nem prestamos atenção no jogo porque ele é muito entediante e não te mantem engajado. Então ele ultrapassa os 45, 50 minutos e ninguém se importa mais. A partida dura demais, toda vez.

– Dunkey

Após ser banido, o Youtuber tentou entrar em contato com a equipe da Riot para retirar o banimento e possibilitar ele a terminar o vídeo em produção, porém o pedido foi negado.

E vocês, o que acham? A liberdade da conversa entre os jogadores é parte da diversão do jogo, ou é preciso que as desenvolvedoras criem mecanismos de controle, para garantir que a discussão entre os gamers não fuja de controle?

Fonte:  adrenaline

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Verifique também

Novo iPhone pode ser lançado dia 13 de outubro, sugerem fontes.

A Apple pode estar próxima de lançar o novo iPhone 12 no dia 13 de outubro. A informação é…