Mais de 200 milhões de usuários do Whatsapp correram risco de fraudes eletrônicas por causa de um bug no aplicativo. Segundo a Check Point, empresa responsável pela segurança de informações, apenas a versão para Web ficou vulnerável a hackers. Desde que o Whatsapp foi comprado pelo Facebook por US$ 16 bilhões no começo de 2014, a base de usuários do app de mensagens mais do que dobrou, atingindo 900 milhões de usuários ativos em setembro.

No dia 21 a Check Point notificou o problema e em menos de uma semana disponibilizou uma atualização do aplicativo para corrigir a falha. O que causou o bug foi o modo como o aplicativo utiliza o formato vCard para enviar as mensagens. Isso deixou espaços para que hackers enviassem falsos vCards com malwares e outros programas maliciosos. Especialistas recomendam que as pessoas atualizem o aplicativo para a versão mais recente par evitar o problema.

Os vCards podem conter informações como nome, endereço, números de telefone e endereços de email, URLs, logos, fotografias, etc. Os vCards normalmente são anexados nas mensagens.

Fonte:  adrenaline

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Leia também

A lista dos 10 filmes mais pirateados da semana (29/03/2021)

Assim como na semana anterior, Liga da Justiça de Zack Snyder continua como o filme mais b…