Battlefield hoje é uma das maiores séries de jogos de FPS, jogada por homens e mulheres de várias idades… Mas para que a série chegasse onde chegou ela teve que percorrer um longo caminho, caminho esse que detalharemos aqui nesta postagem.

Battlefield 1942 – 2002 – O início

Foi aqui onde tudo começou, foi com BF1942 que a série começou a ganhar os seus primeiros fãs, muitos a acompanham até hoje, foi aqui que se deu início de uma longa era de jogos de FPS de guerra. Lançado em 2002, BF1942 tornou-se um dos shooters multiplayer mais populares na época. Uma curiosidade é que até mesmo a sua versão demo foi uma das mais baixadas e reproduzidas na época. O jogo contou ainda, com duas expansões – The Road to Rome e Secret Weapons of WWII – ambas lançadas em 2003.

 

Battlefield Vietnam – 2004

Battlefield Vietnam conseguiu elevar ainda mais o sucesso da série, era um jogo que sempre estava presente nas lan houses, que eram muito frequentadas na época. O jogo levou a batalha para a era da guerra do Vietnã (1958 – 1975), introduzindo novas armas, veículos, e claro, novos mapas. Os gráficos receberam uma melhora em relação ao título anterior, mantendo uma jogabilidade agradável para a época. O que tornava o jogo ainda mais empolgante era fato de que os mapas foram baseados em batalhas no mundo real, incluindo Ho Chi Minh Trail, Battle of Hue, e Ia Drang Valley.

 



Battlefield 2 – 2005

Um ano após o lançamento do título de sucesso, Battlefield Vietnam, surgia o que seria um dos títulos mais adorados de toda a série até hoje. Battlefield 2 deu início a era moderna na série, trazendo batalhas em larga escala com mapas enormes baseados na região do oriente médio e da China. Foi em Battlefield 2 que vimos pela primeira vez o sistema de esquadrão e o Commander (um pouco diferente do atual). O jogo ainda recebeu várias expansões, como Special Forces, Euro Force e Armored Fury. Battlefield 2: Modern Combat foi lançado apenas para o console, sendo marcado como o primeiro título Battlefield para console.

 



Battlefield 2142 – 2006

Nesta época, a série foi levada para o futuro, com um jogo totalmente diferente do habitual. Battlefield 2142 trouxe algo que na época era totalmente inovador e ao mesmo tempo arriscado, um título FPS militar futurista. Felizmente o jogo foi um sucesso e recebeu uma expansão em 2007, chamada Northern Strike.

 



Battlefield: Bad Company – 2008

Foi lançando exclusivamente para os consoles (PS3 e Xbox 360) em 2008. Aqui dava início ao sistema de destruição de cenário da série, com a nova engine FROSTBITE. O jogo ganhou gráficos bem detalhados, com uma ótima campanha singleplayer, além do modo multiplayer já consagrado na série.

 

Battlefield Heroes – 2009

O primeiro jogo free da série, contava com gráficos no estilo desenho animado e com uma jogabilidade bem simplificada. Ele era jogado em um perspectiva de terceira pessoa, o que foi inédito na série.

 



Battlefield 1943 – 2009

O jogo foi desenvolvido para a Xbox Live Arcade e PlayStation Network via download digital. Ao contrário de Battlefield 1942, este jogo só se realiza no Teatro de Operações do Pacífico da II Guerra Mundial, e não possui a opção de jogar no modo singleplayer. A produção da versão para PC foi até iniciada, mas foi cancelada em favor da produção do Battlefield 3.

 



Battlefield: Bad Company 2 – 2010

Bad Company 2 levou a série para o ápice da destruição de cenário. O jogo era quase que totalmente destrutivo, o que marcou muito o título, sendo considerado até hoje como o jogo mais “destrutivo” de toda a série. Belos gráficos e uma excelente campanha singleplayer também foram destaques deste jogo, que vendeu mais de 9 milhões de unidades em todo mundo. Seu multiplayer equilibrando para o modo Rush e Conquest atraiu diversos fãs, que são fieis ao jogo até hoje. É considerado por muitos como o melhor jogo da série, junto com Battlefield 2.

 



Battlefield Play4Free – 2011

Foi o segundo jogo free da série Battlefield. O jogo foi baseado no Battlefield 2, e inclui vários mapas do BF2 como Strike at Karkand e Sharqui Peninsula.

 



Battlefield 3 – 2011

Lançado para PC, PS3 e Xbox 360, o jogo vendeu 5 milhões de cópias em sua primeira semana de lançamento e foi considerado como o jogo do ano. Mapas muito bem elaborados e uma excelente jogabilidade tornaram o modo multiplayer excelente, conquistando diversos fãs para a série. O jogo recebeu várias expansões como Back to Karkand, Close Quarters, Armored Kill, Aftermath e End Game.

 



Battlefield 4 – 2013

Lançado para PC, PS4, Xbox One, PS3 e Xbox 360, o jogo foi e ainda é muito bem vendido e jogado. Apesar de ter tido sérios problemas de estabilidade, a empresa responsável pelo desenvolvimento do jogo (DICE) criou logo um sistema de testes (CTE) para o lançamento de melhorias e adições no jogo, onde os próprios jogadores podem realizar testes e reportar problemas antes da implementação oficial. Atualmente Battlefield 4 está bem estável e a DICE continua trabalhando em novos conteúdos para o jogo. O sistema Levolution marcou o jogo, onde alterações no ambiente influenciam o seguimento de uma partida.

 



Battlefield Hardline – 2015

O último jogo da série lançado. Desta vez, desenvolvido pela Visceral Games e DICE, o jogo seguiu um caminho diferente do estilo militar. A aposta foi em um jogo de policia e ladrão, o que gerou uma certa polêmica por parte dos jogadores que já estavam acostumados com o estilo militar da série. Com suas características próprias, o jogo vem ganhando novos fãs que gostam do estilo e também mantendo os antigos fãs que se adaptaram ao novo estilo de jogo da série. Apesar de não conter veículos pesados e caças, o jogo contém um bom número de veículos da parte policial e dos bandidos. O jogo foi bem elogiado pela questão de estabilidade, tendo poucos problemas desde o seu lançamento.

 



O futuro da série 

Muito se especula sobre o futuro da série, se veremos um título da 2ª guerra, moderno ou futurista. O fato é que um novo título deve sair até o final de 2016, o que foi confirmado pela própria EA. Ficamos no aguardo para novas informações sobre o próximo título e o que todos devem esperar é um jogo divertido e estável.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Verifique também

Call of Duty: Black Ops Cold War tirará proveito do poder do PS5 e garante 120 Hz e 60 FPS

Com a ajuda da tecnologia do PS5, é possível para eles fazerem essa “mágica” funcionar O e…