popcorn-time

Plataforma que oferece filmes e séries de forma gratuita e ilegal na internet ganha popularidade e incomoda indústria do cinema e produtoras de televisão; em entrevista ao ‘Link’, desenvolvedor do serviço criado na Argentina conta sobre seu funcionamento.

“O aplicativo de pirataria de filmes Popcorn Time está morto.” A manchete de março de 2014 do site da Variety, publicação que cobre a indústria do cinema americana, trazia um certo tom de triunfo. Não sem motivo: o Popcorn Time, programa lançado em 2014 que permite o streaming ilegal de filmes e séries em uma plataforma de fácil uso, representava uma séria e atrevida ameaça aos donos das obras de TV e cinema.

Mas durou muito pouco a morte do Popcorn Time. Como tantas vezes Hollywood fez com seus personagens, o aplicativo ressurgiu do fundo do lago para assombrar a indústria, não apenas através de uma, mas de várias novas encarnações. Originalmente desenvolvido por um grupo da Argentina, o Popcorn Time é um software aberto, ou seja, qualquer um pode acessar seu código e colocar uma nova versão no ar. Uma pesquisa pelo Google revela a existência hoje de muitos Popcorn Time: italiano, espanhol, sueco e até brasileiro.

O Estado conversou via e-mail com um representante do Popcorn Time, que se manteve anônimo, usando apenas o codinome KsaRedFx. Chegar nele (ou nela) foi fácil: bastou um email enviado ao endereço de atendimento à imprensa disponibilizado no primeiro site Popcorn Time que aparece nas buscas do Google (e que vem com o domínio .io, do Território Britânico do Oceano Índico). KsaRedFx conta que é parte da equipe da plataforma desde o início. Ele cuida hoje das áreas de imprensa e desenvolvimento.

Produtores de Clube de Compras Dallas agiram contra usuários
Produtores de Clube de Compras Dallas agiram contra usuários

Segundo ele, cerca de 20 pessoas trabalham na equipe deste braço do Popcorn Time. “Mas nosso código é aberto. Isso quer dizer que qualquer pessoa pode contribuir e muitos o fazem regularmente”, lembra. Ele afirma que sua equipe não tem contato com outros ramos do Popcorn Time. “Os outros não nos contataram ou simplesmente não estão alinhados com nossos objetivos de sermos gratuitos e de código aberto.”

Em novembro do ano passado, a revista Wired conversou com um desenvolvedor do Popcorn Time registrado em domínio sueco. O representante disse que o programa tem milhões de usuários e cerca de 100 mil downloads por dia. KsaRedFx não confirmou estes números, pois se referem só àquele domínio; o seu ramo (do ponto io) não divulga nenhum número.

O Popcorn Time é diferente de sistemas anteriores por ser extremamente simples de usar e ter uma interface limpa e bonita, lembrando muito a do Netflix. Ao contrário, porém, da plataforma legal de streaming, cujo catálogo é restrito pelo copyright e pelo calendário das distribuidoras, o Popcorn Time é uma farra de lançamentos recentes, incluindo temporadas de séries inéditas no Brasil e filmes que nem chegaram aos nossos cinemas.

Como experiência de usuário, o site é muito superior à poluição visual de sites como Pirate Bay e Kickass Torrents, que também exigem familiaridade do usuário com o manejo de torrents (arquivo com dados para compartilhamento e acesso a arquivos muito usado para downloads não-autorizados). O Popcorn Time conecta o usuário com torrents do conteúdo em outros sites. Estes são transmitidos via streaming, sem necessidade de download.

O serviço se defende da acusação de ser ilegal com o argumento de que ele não manipula os torrents, ou seja, o conteúdo. “As pessoas não sobem torrents no Popcorn Time para que outros peguem. O site não é usado por ninguém como local de compartilhamento de torrents”, garante KsaRedFx.

PREOCUPAÇÃO

No começo do ano, a Netflix apontou o dedo em direção ao Popcorn Time e confessou o incômodo que o site pirata lhe causa. Um documento enviado aos acionistas da empresa aponta o crescimento do Popcorn Time como motivo de preocupação. Para KsaRedFx, não dá para comparar os dois serviços: “Não nos vemos como competidores do Netflix. Não queremos tomar o lugar deles e também não somos um negócio ou queremos ganhar dinheiro com o Popcorn Time”. Procurada pela reportagem, a Netflix brasileira não quis se pronunciar.

O serviço, que ganha adeptos rapidamente no Brasil, já acendeu a luz amarela também no Fórum Nacional de Combate à Pirataria e Ilegalidade, associação civil que reúne entidades empresariais e sindicatos, entre elas o braço latino-americano da MPA (Motion Picture Association), representante dos grandes estúdios de cinema dos EUA.

De acordo com Edson Vismona, presidente do Fórum, a entidade já realiza investigações junto a provedores de acesso para tentar identificar usuários do programa, mas não quis fornecer mais detalhes sobre esse tipo de operação. No exterior, esse tipo de ação vem sendo realizada regularmente. Uma produtora especialmente dedicada a localizar infratores foi a Voltage Pictures, do sucesso Clube de Compras Dallas.

BAIXE Popcorn Time: http://popcorntime.io/

Fonte: blogs.estadao

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Verifique também

EA Desktop é o novo aplicativo para PC e abandonará nome “Origin”

Renomeado EA Desktop App, plataforma abre inscrições para beta A Electronic Arts …