A tomada de uma cafeteria em Sydney (Austrália) por um sequestrador supostamente islâmico está mobilizando centenas de policiais de forças especiais. No local, há dezenas de reféns, de acordo com a imprensa local, O primeiro-ministro australiano, Tony Abbott, disse que o caso está sendo tratado como ato de terrorismo e pode ter motivações políticas. Mesmo assim, várias pessoas acharam motivo para tirar um selfie e exibir sorrisos nas imediações do Lindt Chocolat Cafe, localizado em Martin Place, um distrito de negócios e turismo.

Um internauta chegou a escrever no Instagram após postar um selfie:

“Apenas passando pelo local de uma perigosa crise com reféns. Acho que vou parar e fazer um selfie, com um sorriso, é claro”.

Os autorretratos no local geraram revolta no Twitter. Muitos classificaram os selfies como demonstrações de “mau gosto”.

“Terrível. Eles não têm sentimento? Pessoas estão sendo mantidas reféns e tudo o que fazem é tirar um selfie”, escreveu uma pessoa.

SYDNEY

 

Reféns são usados como escudos humanos na cafeteria

Fonte:  pagenotfound

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Verifique também

TV 8K da Sony ‘ideal para PS5’ chega ao Brasil com 75″ e preço de carro

Modelo já está disponível para comprar no site oficial da marca A Sony começa a vender a n…