Noe Iñiguez, de 36 anos, foi a primeira pessoa a ser condenada na Califórnia por “vingança pornô” após a aprovação de um lei no estado americano. Após o término da relação, ele postou no Facebook, em dezembro de 2013, uma foto em que a ex aparecia de topless. Noe passará um ano na cadeia e ficará outros três sob regime condicional, de acordo com o “NY Daily News”.

O condenado publicou a foto na página da empresa onde a ex trabalhava. A vítima foi chamada de “vagabunda” por Noe, que tmabém sugeriu que ela fosse demitida.

A lei, promulgada em outubro do ano passado, proíbe a publicação de fotos com nudez e conteúdo sexual de outras pessoas com a intenção de causar prejuízo emocional.

privacidade

“A condenação envia uma forte mensagem: esse tipo de comportamento malicioso não será tolerado”, disse o promotor Mike Feuer.

A “vingança pornô” entrou na pauta dos legisladores californianos em 2012 depois que o site “Is Anyone Up”, administrado por Hunter Moore, passou a exibir fotos de pessoas nuas, vítimas de vingança de ex-namorados(as). O site saiu do ar.

Lei semelhante é aplicada em outros estados americanos. Em outubro, Rachel Lynn Craig, de 28 anos, foi a primeira condenada na Virgínia por “vingança pornô”. Ele havia roubado uma foto nua da nova namorada do seu ex e postado na internet.

Fonte: pagenotfound via nydailynews contributor_web_content/lacityp_029467.pdf

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Leia também

Beeper promete unir WhatsApp, Telegram e mais apps em um só

Por US$ 10 mensais, Beeper se propõe a fazer uma ponte para centralizar contas de 15 aplic…