Dois novos edifícios residenciais em Manhattan, Nova York (EUA), estão causando polêmica: eles terão uma entrada exclusiva para os moradores “pobres” dos prédios, que ocuparão apartamentos “mais populares”.

De acordo com a “Newsweek”, o prefeito da Big Apple, Bill de Blasio ficou insatisfeito com a criação das “portas para pobres” e disse que vai tentar aprovar uma medida que as proíba.

Um dos empreendimentos, construído pelo Elad Group, terá 118 unidades a preços mais acessíveis – de um total de 365 apartamentos. O outro edifício, da Extell Development Company, reservará 55 das 219 unidades para moradores com “renda inferior”.

As obras devem ser concluídas em 2017.

Fonte:  pagenotfound

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Leia também

Nova falha do Windows 10 tem fácil execução e pode corromper sistema

Um novo bug para Windows 10 descoberto ainda no ano passado e que pode resultar em danos g…