A Xiaomi é uma companhia relativamente recente. Sua estratégia de oferecer produtos de qualidade a preços muito baixos, no entanto, tornou-a uma das fabricantes de dispositivos móveis mais proeminente da atualidade. Tanto que seu valor de mercado pode ter superado o somatório dos da Lenovo e da Sony.

Fontes sugerem que a Xiaomi recebeu 1,5 bilhões de injeção de capital por parte de investidores. Entre os que apostam na nova gigante chinesa, temos o Facebook, Alibaba, Airbnb e Russian ISP DST, entre outras. Esse é o maior conjunto de financiadores privadosdesde quando o Facebook abriu seu capital, em 2011.

Xiaomi é a terceira maior fabricante dos smartphones do mundo. Como toda empresa em grande crescimento, contudo, a chinesa planeja expandir o seu portfólio. Deve, portanto, entrar até mesmo no ramo de TVs. Se os investimentos nessa empresa realmente tiverem sido feitos, agora a companhia alcançou um valor de mercado maior do que 40 bilhões de dólares. Mais uma vez, esse montante é maior do que os valores da Sony e da Lenovo somados.

Bons produtos a preços baixos é o segredo da Xiaomi

De acordo com a CNBC, tanto o Alibaba quanto a Xiaomi são similares em um ponto. Antes, os investidores estavam hesitantes de aplicar seu capital nas duas empresas. Agora, estão arrependidos de não terem investido logo, pois a Alibaba, por exemplo, tem uma capitalização em torno de 270 bilhões de dólares.

O desempenho no da criadora do Mi4 também é superior à concorrência. Enquanto a Xiaomi despachou 17,3 milhões de unidades no último trimestre, a Lenovo enviou 16,9 milhões, enquanto a LG remeteu 12 milhões de dispositivos móveis.

Fonte:  tudocelular

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Verifique também

Depois da Intel, Apple deve abandonar parceria com AMD em favor de GPUs proprietárias

A estratégia da Apple de substituir processadores Intel por seus próprios baseados na arqu…