O Cerberus, aplicativo antirroubo preferido para Android, lançou um beta da versão 3.0, que estará disponível para todos os usuários nas próximas semanas. A atualização é uma das maiores que o Cerberus já recebeu e traz uma série de novidades, mas uma das mais interessantes é a possibilidade de impedir que o ladrão tenha acesso ao menu de desligamento do Android diretamente da tela de bloqueio.

Criminosos que roubam smartphones sabem que a possibilidade do proprietário estar usando um aplicativo que localize o aparelho é muito grande — na verdade, o próprio Google já oferece essa possibilidade nos Androids, por meio do Gerenciador de dispositivos Android. Portanto, a primeira coisa que os ladrões fazem, depois de te ameaçarem, é desligar o celular para não ser rastreado pelo GPS.

Entretanto, no Cerberus 3.0 beta, basta acessar as configurações do aplicativo e marcar a nova opção “Bloquear o menu de reinicialização”. Com isso, o botão liga/desliga não funcionará quando o aparelho estiver na tela de bloqueio; será necessário desbloqueá-lo para depois desligá-lo. Obviamente, a novidade será efetiva apenas se você usar uma senha no seu smartphone e o aparelho não possuir uma bateria removível.

cerberus-desligar

Pelos meus testes, a ação de desligar o aparelho diretamente da tela de bloqueio não funcionou mesmo mantendo o botão liga/desliga e diminuir/aumentar volume pressionado por mais de dez segundos — uma das combinações usadas para desligar de maneira forçada um aparelho que não possua bateria removível. Ou seja, a proteção do Cerberus parece bem eficiente. No entanto, proprietários de alguns modelos de smartphones relatam que o desligamento forçado continua funcionando.

A nova versão do Cerberus traz várias outras novidades, como a interface baseada no Material Design, a opção de acessar o terminal do aparelho online e um comando remoto para fazer backup dos seus dados para sua conta no Google Drive ou Dropbox — útil se você não tem mais esperanças de recuperar o aparelho e quiser apagar todas as informações.

Você pode baixar a versão beta do Cerberus 3.0 seguindo as orientações do post oficial no Google+. Para usar o aplicativo é necessário possuir cadastro no Cerberus; por 2,99 euros é possível adquirir uma conta vitalícia com suporte a até três dispositivos simultâneos.

Fonte:  tecnoblog

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Verifique também

Windows 10 agora permite agendamento de GPU acelerado por hardware; aprenda a ativar

O sistema operacional Windows 10 ganhou uma série de recursos com a atualização …