Enquanto o Galaxy Note 4 ainda não chega ao restante do mundo, os sul-coreanos já conseguem adquirir o novo phablet da Samsung desde a sexta-feira da semana passada (26/09). Os consumidores vem relatando o seguinte problema: há um vão na lateral do aparelho, entre o vidro e a borda, suficiente para encaixar objetos como um cartão de negócios ou duas folhas A4.

Com tudo em posição para começar o novo escândalo do mundo dos phablets, o Gapgate, a questão já foi tratada pela fabricante sul-coreana no manual do produto, lá pela página 180: de acordo com a própria Samsung, este espaço entre as bordas e o vidro do display não é uma falha de fabricação.

Como o próprio manual descreve, “uma pequena fresta em torno da case do aparelho” é um recurso de fabricação necessário, e que uma pequena vibração ou deslocamento das partes pode acontecer. O manual também afirma que, com o tempo, a fricção entre as partes pode causar um aumento neste espaço entre as laterais e o vidro do display.

É uma pena que não seja algo do estilo do marketing da Apple, que não menciona concorrentes nem que sua vida dependa disto, pois seria interessante ver a resposta da empresa da maçã às provocações por conta do Bendgate, com este caso na manga.

Fonte:  adrenaline

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Verifique também

Novo iPhone pode ser lançado dia 13 de outubro, sugerem fontes.

A Apple pode estar próxima de lançar o novo iPhone 12 no dia 13 de outubro. A informação é…