As coisas não vão bem para a AMD: após ver seus lucros caírem 16% no último trimestre fiscal, a empresa demitirá 710 funcionários. Isso representa 7% de toda a equipe. Os cortes deverão acontecer ainda neste ano, e reduzirão os custos da AMD em US$ 9 milhões até janeiro.

A decisão foi anunciada pela nova CEO da empresa, Lisa Su, que assumiu após a saída de Rory Read na semana passada. Ele estava no comando da AMD há 3 anos. Após as demissões, a empresa deverá deixar de gastar US$ 85 milhões em salários no ano que vem.

Apesar disso, será necessária uma grande reorganização, que custará US$ 57 milhões apenas neste ano. Em 2015, deverão ser gastos mais US$ 134 milhões para completá-la.

Agora, começa a surgir uma pressão para que Lisa Su acelere os esforços da AMD para expandir seus negócios em novos mercados, onde não há concorrência da Intel. Isso pode representar mais negócios como o que fez com que a AMD fornecesse as APUs de PS4 e Xbox One.

amd_APU

A empresa agora está diminuindo os valores pedidos nas suas APUs. Além disso, quem comprar qualquer APU da AMD até o final do mês ganhará também um game – “Thief”, “Murdered: Soul Suspect” e “Sniper Elite 3” – sem custo adicional.

Os cortes nos preços das APUs variam de 15 a 25%, tudo para entrarem em um preço mais competitivo, ficando mais baratas que as da Intel. Segue abaixo a lista completa de preços modificados:

Fonte: adrenalin via TweakTown, Oregon Live e Guru 3D..

Um comentário

  1. COBRA-KAMPAS

    24 de outubro de 2014 em 10:56

    isto tem cheiro de má administração…

    como é que eles tem prejuízo vendendo placa de vídeo para todos os consoles?

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Leia também

Banda larga pode aumentar de preço devido a processo da PGR

Operadoras afirmam que internet ficará mais cara se STF derrubar direito de passagem gratu…