O grupo espanhol Telefónica fechou acordo com o francês Vivendi para comprar a GVT por um valor total de € 7,2 bilhões (R$ 21,9 bilhões). São € 4,66 bilhões (R$ 19,61 bilhões) em dinheiro e direito a 7,4% de participação na Telefônica Brasil.

Os franceses ainda podiam ainda escolher entre ficar com mais 4,6% da Telefônica Brasil ou tomar do grupo espanhol a fatia de 8,3% que eles possuem da Telecom Italia – controladora da Tim -, então optaram pela segunda opção.

A transação foi anunciada nesta sexta-feira, 19, pelas duas empresas, que agora aguardam aprovação dos órgãos regulatórios brasileiros. Se o acordo se concretizar, por meio da Telefônica Brasil, a marca espanhola formará o maior grupo de telecomunicações do país.

Encerra-se ainda uma relação conflituosa de sete anos entre Telefónica e Telecom Italia. A companhia espanhola é a maior acionista na italiana, o que a fazia ser dona de parte da Tim. Só que a Tim concorre diretamente com a Vivo, braço de telefonia celular da Telefônica Brasil.

Agora quem passa a controlar essa fatia é a Vivendi, que até então atua no país por meio da GVT, uma das principais operadoras de banda larga do Brasil.

Fonte: olhardigital via: Reuters.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Verifique também

Sony decide fechar fábrica em Manaus e parar de vender TVs e câmeras no país

Assista vídeo da CNN https://www.cnnbrasil.com.br/business/2020/09/15/sony-decide-fechar-f…