Se no Brasil a aprovação do Marco Civil garantiu a neutralidade de rede, nos Estados Unidos essa conquista ainda enfrenta obstáculos. E, para pressionar o órgão regulador do país a determinar que operadoras ofereçam internet sem diferenciar as velocidades de acordo com o conteúdo, grandes sites decidiram passar o dia simulando a lerdeza que seria o acesso sem a neutralidade.

Netflix, Foursquare, Kickstarter, Mozilla, Reddit, Pornhub, RedTube e Vimeo estão entre os endereços que entraram no protesto, conforme noticiado pelo The Guardian. Todos instalaram um widget que reduz a velocidade do acesso.

A ideia é fazer os internautas perceberem que, sem neutralidade de rede, as operadoras podem obrigar os assinantes a pagar mais para acessar esses sites com velocidade plena. Tendo percebido isso, os próprios internautas ajudariam as empresas a pressionar os reguladores.

Tudo isso porque a FCC – espécie de Anatel dos EUA – está revendo a legislação sobre internet no país e uma das propostas permitira que as operadoras fizessem a distinção por conteúdo.

Fonte: olhardigital

Um comentário

  1. [COBRA] KAMPAS

    11 de setembro de 2014 em 10:10

    olha ae para quem achava que o marco civil da netnão servia pra nada!

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Verifique também

YouTube lança plataforma de vídeos curtos para competir com TikTok

Em fase de testes, YouTube Shorts está disponível somente para usuários de Android na Índi…