A TIM já pode concorrer ao posto de empresa brasileira mais cobiçada da atualidade. Na semana passada, surgiram rumores que apontam para o interesse da Vodafone pela operadora. Agora é a vez da Oi dar sinais de querer ser dona da TIM.

Segundo a Folha de S.Paulo, a Oi emitiu um comunicado aos seus acionistas nesta terça-feira (26) informando sobre um contrato firmado com o banco BTG Pactual. O acordo visa a elaboração de uma proposta de compra da participação da Telecom Italia na TIM.

O momento é propício para a oferta porque a Telefónica já se movimenta para se desfazer da sua parte na Telecom Italia, ainda que lentamente. O CADE entende que o grupo espanhol não pode ter controle da Vivo e, ao mesmo tempo, participação na TIM.Obrigada a escolher entre uma e outra, a Telefónica obviamente optou pela Vivo, a líder do segmento móvel no Brasil.

Vodafone e Oi querem o controle da TIM por motivos diferentes. A primeira, supostamente, planeja marcar forte presença no mercado brasileiro, mas sem iniciar suas operações “do zero” (tanto que Vivo e Claro também estão na mira da companhia). A segunda pretende simplesmente aumentar a sua base de clientes.

É compreensível: a Oi é a maior prestadora de telefonia fixa do Brasil, mas no segmento móvel aparece apenas na quarta posição, tendo encerrado o primeiro semestre de 2014 com 18,53% de participação. A TIM apareceu na segunda posição com 26,91%, bem próxima da Vivo, que deteve 28,78% no período. A Claro ficou na terceira colocação com 24,95%.

oi_sede

Não deve demorar para a proposta ser elaborada e entregue à Telecom Italia. Mas esta é a parte fácil. Se a oferta for aceita, a Oi terá que enfrentar o rigor do CADE, que pode reprovar o negócio se julgar que haverá concentração excessiva de poder econômico. Se a entidade foi pouco flexível com a Telefónica em relação à TIM, já dá para esperar um caminho difícil para a Oi.

Se não bastasse, a Oi não está em boa fase. A companhia chegou ao final do primeiro semestre com dívida líquida de R$ 46 bilhões. Para fins de comparação, Telefônica Brasil e TIM terminaram o mesmo período com dívidas de R$ 2,5 bilhões e R$ 1 bilhão, respectivamente.

A despeito deste fato, o comunicado fez as ações da Oi dispararem na manhã de hoje.

E é só o começo. O mercado de telecomunicações ficará bastante movimentado nas próximas semanas. Além de possíveis ofertas pela TIM, há negociações envolvendo a GVT e o leilão da faixa de 700 MHz do 4G brasileiro.

Fonte:  tecnoblog

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Verifique também

Novo iPhone pode ser lançado dia 13 de outubro, sugerem fontes.

A Apple pode estar próxima de lançar o novo iPhone 12 no dia 13 de outubro. A informação é…