Crytek informou estar ciente que a recente controvérsia sobre sua crise financeira danificou a reputação da produtora. Entretanto, a empresa está bastante confiante de que pode reverter essa situação entregando jogos de qualidade.

“A transição para uma companhia online nos tomou mais tempo do que havíamos previsto. Essa foi a maior causa dos nossos problemas. […] Tenho certeza de que isso tudo comprometeu nossa reputação, mas a Crytek sempre teve foco na competência que é fazer games de alta qualidade. Assim que os entregarmos talvez possamos recuperá-la e então as pessoas nos verão como merecemos ser vistos”, disse Avni Yerli, co-fundador da Crytek em entrevista ao site MCV.
Crise financeira

fase de transição que a Crytek se refere à mudança de foco nos negócios da empresa. Antes uma grande desenvolvedora de jogos AAA para PC e consoles, a companhia agora irá focar na publicação e distribuição de games online.

Com isso, a empresa recentemente anunciou o MOBA “Arena of Fate” e vendeu os direitos de “Homefront: The Revolution” à Koch Media. Para os que já perderam esperança quanto a uma continuação de “Ryse: Son of Rome“, a empresa ainda tranquilizou os fãs afirmando que não cancelou os planos para a sequência, que pode também acabar saindo para PS4.

Fonte:  adrenaline

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Leia também

Telegram: principais dicas para os novos usuários do aplicativo

O Telegram tem se tornado popular nos últimos dias devido a chegada de novos usuários que …