comisaoewuropeiA segunda maior corte de Justiça da Europa decidiu negar o recurso da Intel para não pagar uma multa de US$1,4 bilhões (R$3 bilhões) estabelecida há cinco anos pela Comissão Europeia. A corte resolveu que estava correta a decisão tomada em 2009 de que a empresa teria tido práticas de marketing injustas que feriram e deliberadamente tentaram falir a AMD.

A Comissão Europeia entendeu que os descontos oferecidos pela Intel para empresas como a Dell, HP e Lenovo para manufatura de computadores com seus chips, bem como o pagamento para a revendedora Media Saturn ter apenas PC Intel em seus estoques foram práticas injustas de comércio. A companhia teria tentado ainda manter tais práticas em segredo. O valor estabelecido para a multa é de 4,15% dos lucros de 2008 da Intel e os juízes resolveram que o preço não está pesado, já que dentro da lei a multa poderia alcançar até 10% dos lucros.md x intel

A Intel ainda tem uma última instância para recorrer, mas não declarou se vai ou não fazê-lo. “Estamos muito desapontados com a decisão. É um caso complexo que é refletido na decisão. Nós vamos começar a avaliar essa decisão”.

Fonte: adrenalin via Reuters.

Um comentário

  1. COBRA-KAMPAS

    13 de junho de 2014 em 12:14

    mais um MIMIMI da AMD….
    .
    .
    .
    .
    .
    .
    .
    .
    Brincadeira. Se estão errados, tem q ser punidos. Parece que as empresas [intel, Dell, HP e Lenovo] fizeram um cartel…

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Verifique também

App do SUS envia notificação para quem teve contato com infectados por Covid-19

Aplicativo Coronavírus – SUS, do Ministério da Saúde O Ministério da Saúde anunciou …