BF4-Second-Assault-Flooded-MetroAndrew Wilson, diretor executivo da Electronic Arts, reconheceu que a grande quantidade de problemas que surgiram no lançamento de Battlefield 4 provocaram uma situação inaceitável para a companhia e para a própria equipe de desenvolvimento, que desde então tem trabalhado para que os jogadores tenham o jogo que merecem. 

“Foi um problema do cliente, não dos servidores,” disse Wilson em entrevista para Eurogamer. No entanto ele insistiu que neste momento “o jogo funcionava muito bem, e as pessoas se divertiriam com ele. Eu continuo a jogá-lo.” 

Sobre as causas que levaram o jogo a esta situação, e apesar de Wilson não justificar esses erros, relembra que Batllefield 4 é um título muito ambicioso com “64 jogadores no multiplayer, mapas gigantescos, 1080p e o Levolution, que mudaram o desenho do jogo de formas muito diferentes.” Por isso, referiu, “existem sempre aspectos que se podem perder durante o ciclo de desenvolvimento. E foi precisamente isso que aconteceu com Battlefield 4.” 

Ainda assim, “para mim esta situação foi inaceitável. E para a equipe de desenvolvimento também. Por isso temos trabalhado incansavelmente para garantirmos que a experiência de jogo atinja o nível de qualidade que devia ter tido no lançamento; e estamos focados nisso.” 

“Mas quando fazemos coisas como estas nunca conseguimos garantir tudo. Seria muito hipócrita da minha parte sentar-me aqui e dizer, ‘nunca mais voltaremos a ter estes problemas’, porque isso significaria que nunca mais iríamos superar os limites. E eu não quero ser uma companhia assim,” acrescentou. “Quero ser uma companhia que impulsiona a inovação e a criatividade.” 


Atualmente a DICE trabalha em Star War: Battlefron 3 e Mirror’s Edge 2. Enquanto que o novo Battlefield está a cargo da Visceral Games, contando com uma pequena ajuda da DICE no multiplayer. 

Fonte: battlefieldbr

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Verifique também

WhatsApp quer permitir que empresas façam vendas direto no aplicativo mais será pago

O produto vai permitir a integração entre WhatsApp, Instagram e Facebook e o gerenciamento…