Michael Condrey-Sledgehammer GameEm entrevista concedida ao site Game Informer, Michael Condrey, cofundador da desenvolvedora Sledgehammer Games, explicou o porquê das peculiaridades que deverão ser notadas pelos gamers no vindouro Call of Duty: Advanced Warfare. Desta vez, contudo, o executivo não forneceu detalhes acerca do enredo do jogo (que levou 2 anos e meio para ficar pronto); informações sobre as mecânicas particulares do novo capítulo da franquia também não foram tópicos abordados pelo entrevistado.

Famoso por ter trabalhado junto à Visceral Games, estúdio responsável pela produção da icônica série Dead Space, Condrey falou sobre a forma de trabalho de seu time – que migrou, naturalmente, para a atual desenvolvedora de Call of Duty: Advanced Warfare. “o modelo independente da Activison era algo como: ‘construa a equipe do jeito que você quer. Use as técnicas que permitem a criação de um bom software”, comentou Condrey. “Foi uma combinação boa, e estamos vendo os resultados de todo o trabalho”, complementou.

Mas em qual aspecto residem necessariamente as peculiaridades do estúdio? Na opinião do cofundador da Sledgehammer Games, a metodologia empregada pelo estúdio é que faz realmente a diferença. “Somos diferentes de qualquer outro estúdio de Call of Duty em termos de operação e cultura de espaço”, esclareceu o executivo ao falar sobre a logística de trabalho da desenvolvedora. E a confiança de Condey é espelhada também por Don Veca, outro ex-funcionário da Visceral Games: “sei que não vamos falhar, pois trabalhamos com Condey (…). Estes caras nos levam até nosso limite. Confio 100% neles”, disse Veca.

Call of Duty: Advanced Warfare sera lançado em 04 de novembro para PlayStation 3, PlayStation 4, Xbox 360, Xbox One e PCs.

COD-AW (2) COD-AW (1)

Fonte: baixakijogos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Leia também

Beeper promete unir WhatsApp, Telegram e mais apps em um só

Por US$ 10 mensais, Beeper se propõe a fazer uma ponte para centralizar contas de 15 aplic…