O Facebook comprou a Oculus VR recentemente e o assunto fez com que muitos comentários fossem publicados na internet. No entanto, o que o criador do Oculus Rift não esperava é receber tantas ameaças de morte, que se estendem até para os seus familiares.

“Nós esperávamos uma reação negativa de pessoas a curto prazo, [mas] não esperávamos receber muitas ameaças de morte e assédio em telefonemas que se estendiam para as nossas famílias”, disse Palmer Luckey em um post no Reddit neste fim de semana.

“Sabemos que vamos provar a nós mesmos com ações e não palavras, mas esse tipo de coisa é injustificada, especialmente quando está afetando as pessoas que não têm nada a ver com o Oculus.”

Oculus-Rift-2

Criador do Oculus Rift recebeu ameaças de morte

Luckey disse que a reação inicial não foi realmente surpreendente, mas ainda assim, obviamente, sentiu que não merecia isso. “Nós esperávamos uma reação automática das pessoas que não têm todas as informações que nós temos”, escreveu ele.

“Esperávamos uma reação negativa, mas isso não significa que nós acreditamos que a reação é justificada. Meu principal objetivo é o sucesso a longo prazo da realidade virtual, não sentimentos mornos e distorcidos a curto prazo.”

Nate Michell, vice-presidente de produto da Oculus VR também comentou sobre o assunto, em uma entrevista com a revista GameInformer:

“Partimos do pressuposto de que a reação seria negativa, especialmente da nossa comunidade de núcleo”, disse a revista. “Além de nossa comunidade, nós esperávamos que seria positivo. Eu não acho que esperávamos que fosse tão negativo.

Como as pessoas começam a digerir um pouco e pensar sobre isso, você pode ver que o Twitter e Reddit estão caminhando para a direção oposta. Cabe a nós para educar as pessoas, e queremos partilhar tudo o que estamos fazendo.”

Luckey disse que ele também ficaria bravo caso acompanhasse as notícias do lado de fora, sem saber o que ele sabe. Mas aparentemente, ele não pode comentar com muitos detalhes sobre o assunto.

John Carmack, cofundador da Id Software e atualmente chefe de tecnologia da Oculus VR, comentou sobre alguns benefícios da aquisição da empresa pelo Facebook.

“Tentamos construir um novo ecossistema de realidade virtual como a Valve, a partir do zero. Este é provavelmente o que a maioria dos fãs apaixonados queriam ver. A diferença é que, durante anos, a indústria pensou que a Valve estava louca. Eles merecem todo o seu sucesso por ter a visão e perseverança para chegar até o estado atual.

A Oculus VR não vai ser assim. A experiência é obviamente poderosa, e isso cria conversões em um primeiro contato. O rápido envolvimento dos Titãs (como o Facebook) é inevitável, e as verdadeiras questões eram quão profundamente teríamos uma parceria e com quem.

Honestamente, eu não estava esperando o Facebook. Tenho zero de fundo pessoal com eles, e eu não conseguia pensar em outras empresas que teriam sinergias mais óbvias. No entanto, eu tenho razões para acreditar que eles têm a visão sobre a coisa, e serão uma força poderosa para fazer isso acontecer. Você não cria um compromisso como eles fizeram só por capricho.”

Fonte: baboo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Leia também

Piloto consegue pousar avião partido ao meio em Denver, nos EUA

Um piloto conseguiu uma façanha digna de filmes de ação na última quarta-feira (12). Ainda…