Netflix mede velocidade média de streaming de 44 milhões de usuários no mundo.

No final de 2012, a Netflix começou a publicar um relatório mensal com um ranking das operadoras que oferecem a melhor experiência de streaming de vídeos no serviço. Nesta segunda-feira (10), a empresa liberou mais um relatório, referente ao mês de janeiro de 2014, com uma importante novidade: o ranking agora inclui serviços de banda larga do Brasil.

A Netflix informa que passou a listar empresas da Argentina, Brasil, Chile e Colômbia nos rankings de conexões. Logo de cara, uma informação curiosa: com velocidade média de 2,08 Mb/s, o Brasil está à frente dos Estados Unidos, onde a média entre as empresas avaliadas pela Netflix é de 1,78 Mb/s. O país com a maior velocidade é a Holanda, com 3,33 Mb/s.

Quem lidera o ranking brasileiro é a GVT, com velocidade média de 2,85 Mb/s no streaming de vídeos da Netflix. A Live TIM ficou em segundo lugar, com 2,81 Mb/s, o que é até estranho, já que a empresa atualmente oferta apenas conexões mais rápidas, começando em 35 Mb/s — a GVT ainda vende planos de 15 Mb/s e possui clientes antigos com conexões mais lentas. O último colocado na lista é o Oi Velox, que conseguiu média de apenas 1,36 Mb/s.

Este é o ranking completo, referente ao mês de janeiro de 2014:

  1. GVT (2,85 Mb/s)
  2. Live TIM (2,81 Mb/s)
  3. NET Virtua (2,26 Mb/s)
  4. Algar (1,9 Mb/s)
  5. Telefônica/Vivo (1,44 Mb/s)
  6. Oi Velox (1,36 Mb/s)

No mundo, a conexão mais rápida na Netflix ainda é o Google Fiber, com média de 3,78 Mb/s. Em Kansas City, o Google oferece conexão de 1 Gb/s, tanto para download quanto para upload, por US$ 70 ao mês. A conexão com 5 Mb/s de download e 1 Mb/s de upload é gratuita (!), mas tem taxa de instalação de US$ 300; o Google garante o serviço gratuito durante pelo menos sete anos.

Fonte: tecnoblog

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Verifique também

YouTube lança plataforma de vídeos curtos para competir com TikTok

Em fase de testes, YouTube Shorts está disponível somente para usuários de Android na Índi…