O designer visual Samuel Matson tem uma ideia de como acabar com a fúria gamer, aquela sensação de raiva e frustração que você sente por algum motivo enquanto joga. E não é por meio de medicação, atendimento psiquiátrico ou disciplina. Samuel aposta na prevenção.

Ele desenhou um headset, batizado de Immersion, que usa biometria para acompanhar os batimentos cardíacos do jogador e, com esses dados, ajustar o que acontece no jogo.

Usando pesquisas que mostram a variação do batimento cardíaco enquanto uma pessoa joga um shooter, Samuel criou um protótipo ligado a um Xbox 360 que ajusta a dificuldade e o conteúdo do game com base naquilo que o jogador está sentindo.headset  (1)

Esse protótipo pode beneficiar a experiência de jogadores em campanhas single player, mas este conceito ainda precisa de muita evolução antes de ser colocado em prática para jogos multiplayer.

O Immersion é exatamento o tipo de coisa que a Nintendo estava pensando com o já morto Vitality Sensor, mas ainda é apenas uma ideia. Levando em consideração que este conceito traz benefícios para a comunidade gamer e para o game design, esperamos que ele possa ser produzido um dia.

Fonte: kotaku

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Verifique também

Novo iPhone pode ser lançado dia 13 de outubro, sugerem fontes.

A Apple pode estar próxima de lançar o novo iPhone 12 no dia 13 de outubro. A informação é…