Ferramenta de pesquisa faz buscas referentes à Adobe, Yahoo! ou Sony. Projeto também reúne informações de mais de 155 milhões de contas.

http://haveibeenpwned.com/

Um site mostra a usuários de serviços on-line se informações de suas contas estão entre aquelas que foram comprometidas durante os recentes grandes vazamentos da internet.

O site “Have I been Pwned” funciona como uma ferramenta de busca em que os internautas podem se certificar foram afetados nos vazamentos da Adobe Systems, Stratfor, Gawker, Yahoo!, Pixel Federation ou Sony (veja o site aqui).

A expressão em inglês significa, em tradução livre, “Eu fui feito de bobo?”. A página foi criada pelo arquiteto de software Troy Hunt, um australiano que pesquisa sobre a violação de bancos de dados on-line.

A plataforma contabiliza 152 milhões de contas da Adobe Systems, vazadas em outubro deste ano, 859 mil da Stratfor, vazadas em 2011, 532 mil da Gawker, de 2010, 453 mil do Yahoo!, de 2012, 38 mil da Pixel Federation, e 37 mil dos serviços da Sony, em 2011.

O site não armazena as senhas e outras informações que foram vazadas, apenas as contas, para que os usuários possam ter ciência de que seus dados não estão seguros.

Em um post em seu blog, publicado na semana passada, Hunt afirmou que pretende continuar a incluir no banco os dados de outros vazamentos e pediu a colaboração de internautas para continuar alimentando o “Have I been Pwend”. “Não, não viole um sistema apenas para contribuir com esse projeto”, brincou Hunt.

Fonte: g1.globo.com/tecnologia

2 Comentários

  1. COBRA-KAMPAS

    12 de dezembro de 2013 em 12:50

    que interessante!

    Resposta

  2. COBRA-KABANNA

    12 de dezembro de 2013 em 15:00

    Utilidade pública

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Verifique também

YouTube lança plataforma de vídeos curtos para competir com TikTok

Em fase de testes, YouTube Shorts está disponível somente para usuários de Android na Índi…