Kampas_13Por Kampas.

Com um pouco de atraso, aqui está meu depoimento sobre a BGS.

A primeira vez que ouvi falar da Brasil Game Show [BGS] foi no ano passado [2012]. Meu caro amigo A MORTE me chamou para irmos nesta feira que parecia uma coisa bacana. Pois bem, sai de casa, sem nenhum compromisso, e peguei um carona com ele e o irmão dele para esta “feirinha”. Faltando uns 500m para o local, havia um trânsito que não tinha para onde correr. Isto eram umas 14h. Ficamos neste enfaramento durante uma hora e meia ou mais. O óbvio e mais evidente fato aconteceu quando desci do carro para saber se haviam ingressos. Esgotado! Talvez tenhamos subestimado a feira, então decidimos: No ano que vem compraremos os ingressos adiantado.

E foi o que aconteceu. Em agosto já tínhamos nossos ingressos garantidos. Alguns dias antes da feira, recebemos um aviso nos alertando o que poderia e o que não poderia levar e uma recomendação. Para não chegar na hora da abertura da feira para não ficar esperando na fila. Planejamos e chegamos mais ou menos ao meio dia. A fila mais que dobrava o quarteirão. Sabe a cena do filme Word of War Z, onde refugiados entravam em Jerusalén? Este era o cenário que havíamos encontrado. Pelo menos estava organizada. fizemos amizade com alguns pivetes na fila, tomamos uma cervejinha e finalmente, depois de apenas três horas e meia, chegamos na catraca.

Não era bem assim... mas me senti como um destes na fila da BGS
Não era bem assim… mas me senti como um destes na fila da BGS

Ok, Catracas avistadas, bilhetes confirmados e comida entregue. O primeiro Stand que vem: FIFA 2014/BF4. A EA / Warner. Estas sim, lá para mostrar como uma feira é feita. Contavam com a presença do Joven Nerd/Azagal, MGR e dos irmão irmãos Piologo [mundo canibal]. Este stand estava bem legal, a EA e Warner estavam mostrando como é que se faz uma feira. havia um palco que sempre tinha alguma coisa sendo apresentada. Uma das apresentações que vi e foi muito interessante era sore a tradução do FIFA 2014, apresentada pelo Diogo Braga e Tiago Leifert.

FIFA
FIFA

Todos sabem que saco vazio não para em pé, então decidimos comer alguma coisa. Pelo mapa da feira, as praças de alimentação ficavam no fundo da feira. Assim decidimos ir “passando” pelos Stand. Assim, vimos de longe: COD Ghost [ainda não tinha sido lançado], Assassin’s Creed, Batman: Origins, Watch Dogs e o stand do PS4. Quando chegamos na praça de alimentação, mais fila… cerca de 1hora para pegar um hot-dog. A-Morte, já mais esperto, comeu uma pizza no lugar com menos fila… Eu, besta, sismei de comer o lanche do BlackDog.

Finamente, de barriga cheia, fomos ver de fato a feira. Por causa da praça de alimentações, praticamente começamos a feira de trás para frente.

A partir de agora, vou citar os Stand de forma bem rápida aquilo que vi e lembro da feira. No geral a feira estava bem cheia, com fila para jogar os lançamentos. No Stando do Watch Dogs, por exemplo, a melecada fazia fila para uma coisa que não se sabia o que era. Este Stand era inteiro fechado e entrava um grupo por vez de 10 muleques por vez. Os pivetes estavam fazendo fila para uma cosia que não sabia o que era… Perguntei para um da fila a quanto tempo ele estava ali parado, a resposta: 45imin. E ele nem sabia o que tinha lá dentro…

 

Microsoft:

Stand bonito mais fraco. Mostrou o novo console mas poucos jogos.

Sony:

Lançamento do PS4! Stand lotado com demonstração dos jogos do PS4. Para quem é fan este stand estava bom mesmo. Ainda para fechar, tinham dois PS4 ligado num telão que todos dentro do stand podia ver a sua partida.

Blizzard:

Sempre foi fan da Blizzard. Talvez esta seja uma das únicas empresas que aidna não criou um jogo ruim… O que eles trouxeram para a BGS foi….. o Diablo 3 para Playstation…. que lástima… não havia mais nada de interessante no stand.

EA/Waner:

Como eu disse anteriormente, este stand tava bem legal. Pudemos jogar o Batman. Coisa que não mudou nada do jogo anterior. Há um outro lançamento chamado Dying Light, dos produtores do Dead Island. nada mais é do que uma continuação espiritual do Dead Island com novos elementos. Parecia bem divertido.

Activision:

Com uma fila de mais de uma hora, tinha o COD Ghost para jogar. mais nada a acrescentar.

Razer:

A Razer trouxe os seus controles, teclados e mouses para jogar. Dava para testar. Eu realmente gostaria de ter testado o controle. Derrepente eu descobri o porque que custa tanto essa merda!

LOL:

Este Stand também estava foda. Eu nunca joguei uma partida, então não entendia bem o que estava acontecendo. Para quem é fan do jogo, a cabeça deve ter explodido quando viu o stand…

Bom rapaziada, é isto. Minha história sobre a BGS 2013. Mesmo depois do perrenho, foi um passeio bem legal e divertido. Eu gostaria de voltar lá! Leiam o post do morte que tem as fotos da feira.

 

Abraços!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Verifique também

Novo iPhone pode ser lançado dia 13 de outubro, sugerem fontes.

A Apple pode estar próxima de lançar o novo iPhone 12 no dia 13 de outubro. A informação é…