Um sistema na web que atende pelo nome de Tor permite, com total sigilo, que internautas comprem drogas como cocaína e ecstasy, adquiram armas, contratem assassinos de aluguel (dispostos até a matar o presidente Barack Obama) e até consigam um passaporte britânico falso com o nome que escolherem.
De acordo com reportagem do “Daily Mail”, o Tor criou uma rede que usa uma série de criptografias a fim de impedir que autoridades tenham acesso ao que é oferecido na web e às transações. O sistema faz parte de uma iniciativa conhecida como Darknet, que garante a comunicação entre indivíduos e sites com inteira privacidade.

Um dos operadores do sistema é o “Silk Road” (imagem abaixo), que oferece uma gama de artigos – de ecstasy a carteira de motorista falsificada. O criador do site, identificado como Ross Ulbrict, de 29 anos, foi preso pelo FBI (polícia federal dos EUA), mas a página voltou a funcionar poucas semanas depois.

“Hidden Wiki I”, outro site acessado pelo Tor, tem no seu menu armas, drogas, cartões de crédito roubados, ofertas de turismo sexual e criminosos oferecendo uma grande variedade de serviços.

Segundo a reportagem, o Tor foi desenvolvido inicialmente por um laboratório da Marinha americana, mais de uma década atrás. Depois, o sistema foi adaptado para uso no mercado clandestino da web.

Com o sistema, as mensagens viajam por vários computadores mundo afora até chegarem ao destino final pretendido. O Tor tem cerca de 3.200 voluntários para garantir o seu funcionamento.

Fonte: pagenotfound

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Leia também

Valorant está FRITANDO Placas de VÍDEOS!

Anti-cheat de VALORANT queimando placas de vídeo no PC? Entenda! anguard, o anticheat de V…