Os novos termos de uso do Google já estão em funcionamento. Para quem ainda não sabe o que isso significa e tenha perdido os avisos da empresa, isso significa que o gigante das buscas agora pode usar suas fotos de perfil no Google+ e o conteúdo postado por você em anúncios.

Nome, foto, comentários e até o que a pessoa marcar com +1 poderão ser usados. Só familiares e amigos verão as recomendações, e quem tiver menos de 18 anos não terá informações exploradas.

Entretanto, ainda é possível mudar isso para evitar este tipo de situação. O Google, ao menos, dá a opção para o usuário deixar o programa de “Recomendações Compartilhadas”, como é chamado o recurso.
privacidade
Para isso, basta acessar fazer login com sua conta no Google e acessar suas configurações para desativar a funcionalidade. Você pode clicar aqui para ir direto para esta página de configurações referentes às recomendações compartilhadas. Em seguida, basta desmarcar Com base em minhas atividades, o Google poderá exibir meu nome e minha foto de perfil em recomendações compartilhadas em anúncios e pressionar Salvar.
Desativar a funcionalidade, no entanto, só o exclui das propagandas, pois seus dados continuam sendo usados em produtos da empresa – como Google Play. De acordo com o Google, internautas serão beneficiados com a exploração da experiência de seus contatos. No buscador, no Maps, no Play, a pessoa economizaria tempo ao saber a opinião dos mais próximos.

“Por exemplo, os amigos do usuário podem ver que, na página de uma banda no Google Play, ele avaliou um álbum com 4 estrelas. E o +1 com que o usuário marcou sua padaria local favorita pode ser incluído em um anúncio que a padaria veicula usando os serviços do Google.”

Fonte: olhardigital

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Verifique também

YouTube lança plataforma de vídeos curtos para competir com TikTok

Em fase de testes, YouTube Shorts está disponível somente para usuários de Android na Índi…