A LG apresentou hoje, durante um evento em São Paulo (SP), o primeiro televisor OLED com tela curva, o modelo EA9800, disponibilizado inicialmente apenas em uma versão de 55 polegadas. A princípio, a novidade é mais um artifício para tornar o produto sofisticado e com visual diferenciado, mas segundo a companhia, esse formato propicia uma maior imersão do espectador no conteúdo da TV.

Vista de frente, a televisão aparenta uma curvatura mínima, mas ao visualizar o aparelho de lado é possível perceber que todo o equipamento é convexo.  Foram cinco anos de pesquisas até a fabricante chegar à curvatura ideal de modo que os objetos que aparecem no centro da tela ou no canto têm a mesma distância para o observador. De fato, não há distorção na imagem, e o ângulo de visão é de 180º.

A LG quis dar uma sensação de tela de cinema com o novo aparelho. Além da tela ligeiramente curva, ele tem uma base em acrílico transparente, o que dá a sensação que a TV está flutuando. Complementam a experiência dois alto-falantes frontais transparentes. Com isso, a companhia promete uma experiência equivalente à do IMAX em casa.

 

Detalhe da base e um dos alto-falantes

 

Outra característica que chama a atenção é a espessura. A TV da LG tem apenas 4,3mm, o que a torna mais fina que qualquer smartphone. A parte central, onde ficam os principais componentes do televisor, é um pouco mais espessa, mas ainda assim bem mais fina que uma TV LCD. O aspecto geral é realmente muito, muito fino. Tanto que foi bem difícil tirar uma foto de lado – o televisor fica quase “invisível”.

Isso é possível graças à tecnologia OLED, que exige menos camadas na composição do painel, já que utiliza pixels que emitem luz própria, dispensando o backlight.

Nova tecnologia OLED

O televisor da LG conta com um sistema diferente para gerenciar a combinação das cores exibidas na tela. Tradicionalmente, os displays trabalham com subpixels nas cores primárias do padrão RGB (vermelho, verde e azul). Para exibir o branco, displays OLED precisam misturar todas as cores trabalhando em carga máxima.

A LG aprimorou a tecnologia com a introdução do WRGB, que adiciona um subpixel branco. Ele, na prática, “poupa a combinação RGB de trabalhar em carga máxima”, como explica Rogério Molina, gerente geral de televisores da LG no Brasil. “Essa inovação foi fundamental para viabilizar a produção comercial e permitir que a LG fosse pioneira mundial na introdução da tecnologia OLED”, completa.

 

Essa tecnologia promete contraste infinito. Na demonstração, vimos que o televisor realmente consegue entregar cores vibrantes e com alto contraste, algo perceptível principalmente no preto – que consegue ser 100% escuro.

SmartTV e 3D
O televisor traz todas as caraterísticas já conhecidas da linha de SmartTVs da LG. Além da conexão com a Internet, a TV OLED curva tem resolução FullHD, é compatível com 3D – com conversão de conteúdo 2D, tem o recurso Dual Play e vem com o controle Magic Remote e quatro óculos 3D.

Cetificações
A TV OLED curva da LG recebeu cinco certificados – Reddot 2013, VDE, Intertek, UL, além do primeiro certificado THX para uma TV OLED. Ele foi criado pela Lucasfilm e atesta que uma reprodução de áudio ou vídeo é tão fiel a que é concebida pelos produtores nos estúdios de gravação.

Disponibilidade e preço
O televisor será lançado no Brasil simultaneamente à Coreia, Estados Unidos, Alemanha e China. O produto chegará às lojas brasileiras no início de novembro por R$39,999.

Fonte: adrenaline

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Verifique também

Sony decide fechar fábrica em Manaus e parar de vender TVs e câmeras no país

Assista vídeo da CNN https://www.cnnbrasil.com.br/business/2020/09/15/sony-decide-fechar-f…