A possível venda de fatia dos principais acionistas da Telecom Italia, dona da Tim, divulgada nessa terça-feira, 3, terá forte impacto no mercado brasileiro. A América Móvil, controladora da Claro, e a espanhola Telefónica são os principais candidatos à compra, disseram analistas consultados pela Reuters.

Para o analista da corretora CGD Securities Alex Pardellas, se Telefónica ou América Móvil assumirem o controle da Telecom Italia, os impactos da operação no país deveriam ser amplamente analisados pelo Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) e pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel).

Segundo Pardellas, para os consumidores, uma consolidação no setor de telecomunicações seria negativa por reduzir a concorrência. Já para as empresas isso poderia ter efeito contrário, já que o mercado brasileiro é considerado muito competitivo pelas companhias.

Na opinião do analista da corretora SLW Pedro Galdi, caso haja mudança de controle da Telecom Italia no exterior, os impactos no Brasil podem gerar “muita dor de cabeça para o Cade”.

Entenda o caso

Nessa terça-feira, 3, fontes próximas ao assunto afirmaram que os acionistas italianos da Telecom Italia pretendem vender suas participações na empresa.

A Telefónica, que detém a maior fatia da Telco, controladora da Telecom Italia, pode ter a opção de comprar a parte dos investidores italianos ou arriscar vê-las serem vendidas a concorrentes.

Analistas da corretora Bernstein afirmaram que a Vodafone, que acabou de fechar acordo histórico de US$ 130 bilhões com a Verizon, Telefónica, a japonesa Softbank, AT&T, e América Móvil eram potenciais compradores da Telecom Italia.

Fonte: olhardigital

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Verifique também

Novo iPhone pode ser lançado dia 13 de outubro, sugerem fontes.

A Apple pode estar próxima de lançar o novo iPhone 12 no dia 13 de outubro. A informação é…