Recurso extremamente popular no Twitter, Instagram, Tumblr e Pinterest, as hashtags agora também fazem parte do Facebook.

 

Mas, como elas influenciam os mecanismos de busca da maior social network do planeta? Você já parou para pensar em como isto também pode afetar sua privacidade na rede social de Mark Zuckerberg?

 

Pois bem, aqui vão algumas respostas: as hashtags transformam temas, palavras e frases em links que, quando clicados, direcionam o usuário para uma pesquisa, com resultados que mostram os posts com as mesmas hashtags. É como se um fosse filtro de busca, com o objetivo de exibir apenas publicações relacionadas e que tenham em comum o tópico definido pela #.

configurações-de-privacidade

Crédito das imagens: Free Digital Photos

Hashtags originadas em outros sites, como o Instagram, por exemplo, também se tornarão “clicáveis” no Facebook. A empresa, porém, não pretende parar por aí. A ideia é, futuramente, fazer uma espécie de “Trending hashtags”, igual ao Trending topics do Twitter, com o objetivo de atrair mais likes e compartilhamentos aos posts públicos.

 

No que diz respeito à sua privacidade, a princípio não há com o que se preocupar. Se perfil estiver configurado para ser visível apenas aos seus amigos, somente eles estão autorizados a verem seus posts e nada demais poderá acontecer, já que, na verdade, as hashtags no Facebook servem para deixar determinadas conversas em primeiro plano, e só.

 

Agora, se o objetivo for publicar um comentário ou imagem que seja acessível a qualquer usuário, as configurações de privacidade deverão permitir o acesso público. Vale lembrar, no entanto, que caso haja a intenção de restringir seu conteúdo apenas para seus amigos, a configuração deverá ser modificada para limitar permissões e acompanhamento do que você posta na rede.

 

Somente dessa forma será possível se prevenir contra ações mal intencionadas, de usuários que possam se aproveitar dos seus dados para espalhar malwares ou ter acesso a outras informações, como sua senha, por exemplo.

Like-facebok

 

Crédito das imagens: Free Digital Photos

Como se proteger contra os perigos das redes sociais

Mesmo tomando os devidos cuidados, às vezes informações valiosas podem ser acessadas por cibercriminosos. Portanto, para evitar aborrecimentos e situações complicadas, nada melhor que fazer o download de um antivírus versão 2013, assim como ficar atento às configurações de privacidade no Facebook e o tipo de informação compartilhada nesta e em outras plataformas. Outro cuidado de extrema importância é acessar apenas conteúdo de perfis confiáveis e evitar clicar em links suspeitos, como ‘saiba como mudar a cor do seu Facebook’.

 

Deste modo, ataques nas redes sociais podem ser evitados de maneira mais eficiente, o que permite o melhor aproveitamento de todas as vantagens e recursos que estes espaços na web proporcionam.

 

Este artigo foi criado pela equipe Bitdefender Antivirus para uso exclusivo do blog Clancobra.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Verifique também

IBM anuncia computador quântico de 1 mil qubit em 2023

A IBM acredita estar a caminho de construir um processador quântico com mais de …