O Lenovo Yoga é um Ultrabook conversível bastante versátil, capaz de ser usado como tablet e notebook de diversas formas graças ao amplo movimento da tela, capaz de girar em até 360º. Com acabamento fosco, o aparelho vem equipado com CPU Intel e diversas das tecnologias presentes em Ultrabooks, como o antirroubo.

A performance do modelo não chega a impressionar, já que vem equipado com um processador menos potente que os que vimos nos Dell XPS 12 e Acer Aspire S7, mas ainda assim entrega desempenho mais que suficiente para rodar as aplicações cotidianas de forma satisfatória.

A tela é a principal desvantagem deste modelo, comparado aos rivais. Enquanto muitos Ultrabooks desta geração estão equipados com telas FullHD, a Lenovo colocou um display de apenas 1600×900 de resolução, com um brilho de tela e qualidade de cor e contrastes apenas regular. Considerando o custo de um modelo como este, esperamos nada menos que componentes de alta qualidade.

Especificações e comparativos

Processador: Intel Core i5-3317U (1.7GHz; 3MB Cache)
Sistema Operacional: Windows 8 em Português
Gráficos: Intel® HD Graphics 4000}
Memória: 4GB (1x4GB) DDR3 1600MHz
Tela: 13.3″ HD LED (1600×900) Multitouch
Armazenamento: 128GB SSD
Bateria: 4 células
Conectividade
Wireless 802.11b/g/n
Bluetooth 4.0
HDMI
USB 3.0
USB 2.0

Dimensões: 333,4 x 224,8 x 16,9 mm
Peso: 1,54 kg
Garantia: 1 ano Lenovo em casa

 

 

ideapad-yoga13-features01Dell XPS 12 vs Acer Aspire S7 vs Lenovo Yoga 13

Dell XPS 12
Acer Aspire S7
Lenovo Yoga 13
Processador
Intel Core i5 3337U Intel Core i7 3517U Intel Core i5 3317U
Chip Gráfico
Intel Graphics 4000 Intel Graphics 4000 Intel Graphics 4000
Memória RAM
4GB 4GB 4GB
Tela
12.5″ FullHD 13.3″ FullHD Led-backlight 13.3″ 1600×900 Led-bakclight
Dimensões (AxPxL)
31.7 x 21.5 x 1.5-2.0 cm  32.3 x 21.8 x 1.3 cm 33.34 x 22.48 x 1.69 cm
Peso
1.52 Kg 1.3 Kg 1.54 Kg
Armazenamento
128GB SSD 256GB HDD 128GB SSD
Bateria
6 células Li-Ion 4 células Li-Ion 4 células Li-Ion
Preço
R$ 4.599,00 R$ 6.089,00 R$ 4.599,00

 

grid2

Apesar de não ser o foco neste tipo de dispositivo, uma das melhores formas de levar um hardware a seu limite são os games. Com um perfil menos potente, por conta dos gráficos integrados da Intel, fizemos testes usamos o game GRID 2 em configurações medianas, para ver até onde o XPS 12 consegue ir, caso seu dono decida usá-lo na hora do entretenimento também.

grid2_teste

Entre os modelos analisados recentemente, o Yoga foi o único que não conseguiu performance o bastante para rodar Grid mantendo uma média acima dos 24fps, nas duas qualidades gráficas testadas. Se você pretende jogar casualmente, ainda é possível arriscar alguns games mais leves, em qualidade baixa, mas neste quesito o XPS 12 e o Aspires S7 se saíram melhor.

 

Conclusão

O Lenovo Yoga se mostrou um dos formatos mais interessantes de Ultrabooks híbridos. Seu giro em 360º não apenas foi capaz de torná-lo um notebook-tablet eficiente, mas também criou uma série de outros estilos, como o tenda e o painel. Em todas as formas há pouca perda, exceto no formato tablet: é estranho segurá-lo pressionando as teclas atrás, o tempo todo (apesar de elas automaticamente pararem de funcionar a partir de um certo ângulo).Apesar do amplo giro da tela, o Lenovo é o híbrido que inspira mais confiança entre os modelos analisados pelo Adrenaline, por conta das dobradiças serem bastante firmes. Enquanto outros modelos utilizam apoios bastante sensíveis, casos dos sliders e do XPS 12, o Yoga parece um “tanque de guerra”, com um acabamento bastante firme.

Na performance, porém, o modelo não empolgou. Por vir equipado com um modelo de processador abaixo dos concorrentes, seu desempenho ao longo dos testes sempre se manteve entre 10 e 25% abaixo de outros produtos, muitos na mesma faixa de preço. A tela também não foi um ponto alto deste aparelho, que ficou abaixo dos concorrentes em resolução e qualidade.

Após chegar ao mercado com um preço totalmente irrealista de R$ 8.999, ele recebeu uma redução e hoje está no mesmo patamar (ainda caro, por sinal) dos Ultrabooks “topo de linha”, como o Dell XPS 12. Ainda assim, o investimento na casa dos 5 a 6 mil reais ainda não é para qualquer um, e só faz sentido para quem faz questão das características destes ultrafinos.

Por conta de suas desvantagens frente aos concorrentes, o Yoga 13 é um produto para quem faz questão de sua robustez e que gostou de sua grande variedade de formatos para o uso, caso contrário outros aparelhos, muitos já analisados aqui no Adrenaline, podem ser mais interessantes.

O Lenovo Yoga é o híbrido mais versátil, mas fica abaixo da concorrência em aspectos como performance e qualidade do display
Prós
  • Bastante versátil em seus formatos
  • Bom acabamento fosco na parte interna e externa

 

 

Contras
  • Performance abaixo da concorrência
  • Tela não é FullHD
  • Teclado não é retroiluminado

Fonte: adrenaline

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Verifique também

Novo iPhone pode ser lançado dia 13 de outubro, sugerem fontes.

A Apple pode estar próxima de lançar o novo iPhone 12 no dia 13 de outubro. A informação é…