@KimDotcom
Kim Dotcom

O fundador e presidente-executivo do site de compartilhamento de arquivos Mega e Megaupload, Kim Dotcom, afirmou em seu perfil no Twitter nesta quarta-feira (19) que os arquivos dos usuários do Megaupload foram apagados de 690 servidores pela empresa Leaseweb, que armazenava os dados do serviço. A maior parte dos arquivos pertencia a usuários da Europa e não podem mais ser recuperados.

“É o maior massacre da história da internet causado pelo governo do EUA, pelo Departamento de Justiça e pela Leaseweb”, disse Dotcom. “Todos os dados de usuários e evidências cruciais para nossa defesa foram apagados ‘sem aviso’. Milhões de arquivos pessoais guardados no Megaupload, petabytes de fotos, propriedades pessoais e corporativas foram destruídos.”

Dotcom afirma que os advogados de sua empresa pediram “repetidas vezes” para que a Leaseweb não apagasse os dados dos servidores enquanto os procedimentos judiciais estivessem pendentes nos EUA.

data-center

Entretanto, o empresário ainda não sabe se entrará na Justiça contra a Leaseweb, afirmou apenas que todos estão “muito tristes”.

A Leaseweb respondeu às declarações de Dotcom dizendo que informou o Megaupload sobre os planos de começar a usar os servidores novamente, mas não houve resposta”. O empresário rebateu: “Quem acredita nessa besteira?”.

Fonte: folha

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Verifique também

YouTube lança plataforma de vídeos curtos para competir com TikTok

Em fase de testes, YouTube Shorts está disponível somente para usuários de Android na Índi…