A repercussão da primeira arma de fogo do mundo impressa totalmente em 3D talvez seja maior do que se esperava. O arquivo da “Libertadora”, como é chamada, já foi baixado mais de 800.000 vezes em menos de três dias.

Segundo o grupo responsável pela criação e compartilhamento do arquivo, Defense Distributed, o portal na web está com problemas por conta do alto tráfego de dados, mais de 4 terabytes no mês.

O assunto vem chamando a atenção do mundo desde que o fundador do grupo, Andy Wilson, anunciou que fabricaria a arma, em agosto de 2012. Nos Estados Unidos, congressistas já se mobilizam para tornar tais arquivos ilegais.

 

Fonte: forbesbrasil

 

Um comentário

  1. COBRA-KAMPAS

    10 de maio de 2013 em 20:01

    800.000 de pessoas problemáticas!

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Leia também

Dragão, supercomputador da Petrobras com 200 TB de RAM, inicia operações

Petrobras inicia operações de seu novo supercomputador Dragão; máquina será destinada a pr…