Razer_Ouroboros (1)

O Razer Ouroboros é um mouse extremamente versátil, capaz de modificar seu formato para atender ao gosto de diversos jogadores. Seus ajustes de comprimento, mudança de ângulo da parte posterior e até mesmo alteração de peças fazem com você possa alterar o estilo de pegada deste periférico.

A Razer já é conhecida por seu enfoque em modelos voltados a gamers e, como não pode deixar de ser neste tipo de produto, o Ouroboros traz especificações bastante avançadas, como um sensor duplo com precisão de 8200dpi, 1000Hz polling rate e 1 milissegundo de resposta. Este mouse é tem dois tipos de conexão: pode operar tanto através do cabo USB quanto por wireless. Vejamos mais sobre aparelho no restante da análise!

Especificações técnicas
Ergonomia customizável
Sensor: 8200dpi 4G Dual
Tecnologia wireless com base receptora
Compatível Razer Synapse 2.0
11 botões programáveis
1000Hz Ultrapolling / 1ms response time
Até 200 polegadas por segundo / aceleração de 50g
Tamanho: de 122 mm a 137 mm (comprimento) x 71 mm (largura) x 42 mm (altura)
Peso: 115 g (sem pilha) e 135 g (com a pilha)
Autonomia: 12 horas de uso continuo
PC / Mac com porta USB
Windows 7 / Windows Vista / Windows XP (32-bit)/ Mac OS X (v10.6-10.7 ou superior)
Conexão com internet (updates e Synapse 2.0)
100MB de espaço livre em disco

Design e ergonomia

O Ouroboros tem como principal aspecto de design a grande versatilidade em sua ergonomia, mérito de uma série de ajustes possíveis em seu formato. Há três modificações principais que podem ser feitas: o comprimento do mouse, ângulo da base onde é apoiada a palma e tipo de acabamento nas laterais.

A mudança do ângulo da parte posterior do mouse é feita através de uma roda, na base do mouse. Esta mudança é importante principalmente para quem tem uma pegada apoiada, usando principalmente o contato do mouse com a palma da mão para controlá-lo.

O aumento do comprimento do mouse é feito pressionando um botão localizado na base e simultaneamente deslizando a parte posterior. Este sistema é meio trabalhoso, pois é preciso manter pressionado o botão e deslizar a peça com cuidado para não acabar a desencaixado, algo que com o tempo a pessoa acaba dominando. A abertura total desta parte, por sinal, é como é feito o acesso à pilha. o ajuste desta parte é o que torna possível transformar totalmente a pegada do mouse, indo da forma “apoiada com a palma da mão”, utilizando ele com a maior extensão possível, ou os modos “garra” e “ponta dos dedos”, deixando o Ouroboros mais curto.

A última alteração é feita substituindo peças da lateral do mouse. O periférico vem com dois jogos de peças para as laterais, sendo um mais compacto em um acabamento emborrachado, ideal para jogadores mais agressivos, e um mais liso e com uma base que evita o atrito dos dedos com o mousepad, uma boa pedida para jogadores que preferem o conforto. Durante os testes utilizei a primeira forma do lado esquerdo, e a segunda, no direito, por um simples critério: eu quis assim.

Com todos estes ajustes, é pouco provável que o jogador não vá conseguir adaptar o mouse de forma a encontrar a sua “pegada ideal”.  Apesar do encaixe estranho na parte posterior, após termos tudo ajustado o mouse fica bastante inteiriço e confiável.

O mouse pode ser utilizado de duas formas: via cabo ou wireless. Para os entusiastas do mundo sem fios, o Ouroboros se conecta através de frequência com uma base, que por sua vez é conectada ao computador através de um cabo USB. Esta base serve tanto como receptor de sinal quanto como carregador da pilha do periférico, bastando encaixá-lo para realizar a carga. Quem prefere a confiança da conexão cabeada, basta retirar o cabo da base e conetá-lo diretamente ao mouse (também é possível carregá-lo assim).

Configurações e personalização

Assim como a maioria dos gadgets Razer mais recentes, a configuração e updates do Ouroboros é realizado através do Razer Synapse, um aplicativo que se encarrega de todo o gerenciamento dos periféricos da empresa, com uma interface bastante visual e intuitiva.

 Razer_Ouroboros_custo

Assim como o próprio formato do mouse, o seu funcionamento é bastante customizável através desta interface. Podemos definir a DPI (que varia de 100 para 8400 graças ao uso de dois sensores), o polling rate e aceleração. Há também ajustes finos em relação à superfície em que o mouse é utilizado, tornando possível definir até que altura da superfície o sensor deve ainda fazer efeito, configuração importante para jogadores que jogam com baixa DPI e levantam constantemente o mouse. Esta calibração também pode ser feita de acordo com o mousepad utilizado, sendo que diversos modelos da Razer já possuem seus perfis salvos para garantir um ajuste ideal.

 

Performance

Utilizamos o Ouroboros em três atividades. Colocamos ele para correr em uso cotidiano, durante a produção de conteúdos para o Adrenaline, e em duas modalidades de games: FPS com Counter Strike: Global Offense e um game de estratégia, com o bom e velho Age of Empires 2 HD Edition.Após o ajuste ao meu tipo de pegada (ponta dos dedos) e aos DPIs (alto, no meu caso), o Ouroboros se mostrou um mouse bastante eficiente tanto no uso wireless quanto conectando o cabo. Diferente de modelos como o Orochi, que possuem duas pilhas do tipo AA, o peso deste modelo não é muito elevado já que opera apenas com uma pilha. Ainda assim, quem faz questão de um mouse mais leve pode tirar a pilha e conectar o mouse diretamente por cabo, aliviando bastante este aspecto.Um ponto importante a se observar é que, ao trocar de DPIs, o mouse tem um período de mais ou menos um segundo em que ele para de responder. Gamers que mudam constantemente este aspecto de seus periféricos podem se incomodar com este intervalo, mas creio que não sejam a maioria.Trocando para o gênero RTS, o Ouroboros mostrou seu potencial também na hora de cair nas batalhas medievais. Seus quatro botões adicionais nas laterais foram bastante úteis para alguns macros. Os botões da direita são um pouco mais difíceis de localizar, e é difícil clicar neles sem perder um pouco do contato da pegada, um problema comum na maioria dos mouses. Os do lado esquerdo, acessíveis facilmente com o polegar, não sofrem deste mal.

No uso cotidiano o mouse também não decepciona. Mudando seu formato, deixando-o mais alongado e mudando a pegada para a “apoiada com a palma da mão” (mais confortável) vemos a capacidade multiuso do Ouroboros, que sabe dar HS no Counter Strike e também bater-ponto no expediente aqui do Adrenaline.

A Razer promete 12 horas de autonomia com a pilha AA de 2500mHa. Deixamos a serpente carregar até o máximo e fizemos um uso de mais ou menos 6 horas, sendo aproximadamente uma hora de jogatina e o restante na produção de conteúdos para o site. Após este período, a bateria caiu para 75%, indicando que o mouse pode encarar facilmente um dia inteiro de uso sem ter que voltar para a base e recarregar. A bateria restante pode ser vista através do programa Synapse 2.0, ou em três leds indicadores no centro do mouse.

Razer_Ouroboros_bateria

 

Conclusão
O Ouroboros se mostrou um mouse bastante versátil e muito completo, com todos os recursos que um jogador de alto nível pode requerer de um periférico gamer. Sua capacidade de mudar de formato torna este modelo capaz de alternar totalmente a forma da pegada, o que garante que nenhuma preferência “fique de fora”. No início, entender como são feitos os ajustes pode ser um pouco estranho, e coisas como o encaixe do cabo USB na base conseguem se mostrar incrivelmente trabalhoso até se “pegar a manha”. Passada esta curva de aprendizado, porém, fica fácil deixar o mouse adaptado ao seu gosto.O mouse não se sai muito bem no quesito portabilidade, tornando o Ouroboros uma opção ruim para quem precisa transportar seus periféricos, caso de pessoas que jogam em notebooks. Apesar da opção wireless, este modelo necessita que sua base receptora seja conectada na porta USB, perdendo muito da sua praticidade como um dispositivo wireless. Quem procura uma solução híbrida cabo/wireless mais compacta e funcional vai encontrar opções mais interessantes em modelos como o Orochi.Com custo na casa dos R$ 600 (acredite, você vai encontrar até por mais de 700!), este mouse é uma boa pedida para jogadores em computadores de mesa que querem um mouse com formato altamente adaptável e eficiente, e que não vêem problema em gastar um valor REALMENTE alto por este periférico, suficiente para comprar outros dois ou três mouses gamers de qualidade. Ou seja: se pretende comprar este modelo, melhor estar pronto para praticar o desapego ao seu dinheiro.Razer_Ouroboros_pros-contra

 

Fonte: adrenaline

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Verifique também

Open Beta de Call of Duty: Black Ops Cold War começará em outubro

Nos últimos dias, os afortunados players do PS4 tiveram a oportunidade de participar do Al…