Durante seus 10 anos preso, Nkosi Brown criou game ‘Chess King’.
Segundo ele, exige pensar rápido e a ter melhores decisões.

Chess.King

Nkosi Brown, fundador e presidente do estúdio de desenvolvimento de games Cleverhouse Games and Toys, passou dez anos na cadeia. Durante este tempo, ele ficou desenvolvendo o game “Chess King”, do gênero de quebra-cabeças que tem como objetivo ensinar as crianças a “tomarem decisões melhores e mais facilmente” na vida.

Chess.King1

O game custa US$ 1 na loja virtual iTunes Store, para o iPhone, iPad e iPod touch e há uma versão de testes gratuita (clique aqui para acessar). Não há versão do jogo para a loja brasileira do iTunes.

De acordo com o jornal norte-americano “Milwaukee Journal Sentinel”, Brown fundou o estúdio em 2011 com a intenção de criar jogos eletrônicos para ensinar crianças. “Chess King” é o primeiro jogo do ex-detento e exige que os jogadores movam rapidamente peças de xadrez em um tabuleiro com nove espaços. Segundo ele, o título força as crianças a tomarem melhores decisões ao ter que pensar rápido. “Quero que as pessoas tenham consciência de que elas podem realizar tudo o que pensaram, assim como eu”, disse o desenvolvedor.Chess.King2

Brown foi preso em 1999 e foi condenado por 10 anos depois de ter roubado US$ 110 de dois homens e ter pego suas carteiras de motorista. Durante seu tempo na cadeia ele ficou jogando xadrez para fugir de brigas com outros presos e com policiais. Dois anos antes de ser solto, ele mandou para a mãe o projeto do game que se tornaria “Chess King”.

Ao jornal, o professor de matemática Mike Widner disse que o jogo é uma metáfora para que as crianças pensem mais sobre suas escolhas na vida. “Você pode pensar em diferentes estratégias e planejar suas decisões”.

Fonte: http://g1.globo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Verifique também

Entregador da Amazon rouba um PlayStation 5 e é demitido pela empresa

Esse curioso caso aconteceu no Reino Unido A Amazon despediu um funcionário que …