Estão chegando novos lançamentos e a expectativa de início de uma nova geração de consoles. Reunimos aqui algumas das suas e das nossas esperanças para o ano vindouro.

Novos lançamentos de PC esta chegando e a oitava geração de consoles vem aí

PlayStation 4, Xbox 720, Durango, Orbis, que seja!

Apesar de muitos não enxergarem o mundo desta maneira, o Wii U está abrindo as portas para uma nova era dos consoles, assim como seu antecessor. Com a chegada das inovações da Nintendo, os olhos do mundo se voltam agora para a E3 2013, que acontece em julho e pode ser o palco das revelações dos novos aparelhos da Sony e Microsoft.

Concoles_PC
São muitos os rumores e quase nada confirmado. Enquanto executivos da Sony dizem que ainda é cedo para falar do sucessor do PlayStation 3, especificações técnicas e informações nunca confirmadas surgem a torto e a direito, deixando os fãs na expectativa e entregando muito pouco resultado real.

O mesmo vale para o Xbox 720 ou seja qual for o nome do novo video game da Microsoft. Aqui, as informações são um pouco mais certeiras e menos lançadas ao vento, mas ainda assim nada de real se sabe sobre o aparelho. O 360 continua acumulando bons números de vendas, e a ideia geral é que a empresa está se aproveitando disso o máximo possível antes de quebrar o ciclo de liderança nas vendas com o anúncio de uma nova plataforma.

Mas a maior verdade é que a chegada da nova geração a partir do final de 2013 é vista como um sopro de ar puro para a indústria. Analistas de mercado e fãs enxergam os novos aparelhos como a chance de reinvenção da indústria, com novas possibilidades, franquias inéditas e o fim da mesmice que já começa a tomar conta. O resultado, pelo menos esperado, é um aumento nas vendas e uma movimentação gigantesca no mundo dos games.

Mas e os jogos?

Um carro potente, sem gasolina, não é nada. Vote

[poll id=”8″]

 

  • Battlefield 4 (Rumor)

battlefield4diasatuais

Karl Magnus Troedsson, o Gerente da DICE, responsável por Battlfield 4 comentou na GDC que o novo jogo da franquia “permanecerá nos dias atuais” e que não iriam se arriscar em uma guerra que acontece no futuro. Uma clara referência ao seu rival Call of Duty, onde seu próximo game será no ano de 2025.

Karl comentou: “Nós ainda queremos ficar nesse gênero, o presente como ele é. Sentimos que este é um lugar onde podemos estar e continuar com a série. Battlefield 4 pode viver nesse espaço e ter muito sucesso”. Ainda brincou: “E sim, eu sei que Battlefield 4 é provavelmente o nome mais criativo que poderíamos criar”.

O gerente da DICE também comentou a respeito da série Battlefield, que poderia crescer ainda mais e como toda a equipe considera as fontes de informação para isso acontecer. A ajuda vem dos fãs da franquia, pesquisas focadas no mercado, tudo isso dentro do planejamento que tem em mente. Karl ainda deixou uma questão no ar ao comentar que talvez façam uma brave visita a série Battlefield: Bad Company algum dia.

Plataformas: PC, PS3 e X360

 

  • Call of Duty: Modern Warfare 4

Bill Murray e Captain Price
Bill Murray e Captain Price

Call of Duty: Modern Warfare 4 já está em produção, garante dublador

Em entrevista ao site This is Xbox, Bill Murray, mais conhecido como o dublador do capitão Price na franquia “Call of Duty: Modern Warfare“, informou que a produtora Infinity Ward já tem planos bastante concretos para o quarto episódio.

Assine a tag call_of_duty_modern_warfare_4 para ser avisado sempre que novos conteúdos marcados pela tag forem publicados

“Me encontrei com a Infinity Ward recentemente para falar sobre o próximo jogo. Estou neste momento trabalhando na sequência de ‘Modern Warfare 3’. A série inteira continua, mas eu só apareço mesmo nos jogos de ‘MW'”, declarou Murray.

Por roa, não existe informação oficial alguma sobre a produção da continuação da franquia que mais vende no mundo hoje. O que deve ocorrer logo, já que o próximo jogo da saga, “Call of Duty: Black Ops II” estreia em poucos dias (13 de novembro para PC e consoles), e a Activision irá precisar de um grande anúncio para 2013.

Em comunicado via Twitter, a Infinity Ward negou que está produzindo o game. “Notícias interessantes as de hoje [referindo-se à ontem], mas não é nada verdade, nós não falamos com nenhum dublador. Então todas as notícias por aí são meras especulações”, disse a produtora.

Bill Murray, o dublador do capitão Price na série “CoD: Modern Warfare”, informou que todas as informações sobre o quarto episódio do game foram erroneamente entendidas. Ele está, na verdade, trabalhando numa versão free-to-play de “CoD” e exclusiva para o mercado chinês. “Esse artigo [referindo-se à notícia original] é imprecisa. Eu disse para o entrevistador que estava fazendo um ‘Modern Warfare’ especial para a China, não MW4”,explicou Murray pelo Twitter.

Plataformas: PC, PS3, X360 e WIIU

  • Crysis 3

crysis-3-1

Famosa por seus incríveis gráficos, a série Crysis chega ao seu terceiro capítulo com um visual ainda mais impressionante. No entanto, a Crytek decidiu apostar suas fichas em um enredo e mostrar que a franquia é muito mais do que um rostinho bonito.

O grande destaque do novo jogo está exatamente na ambientação dada, combinando o que há de melhor no cenário de seus antecessores. Com isso, temos uma cidade de Nova York totalmente abandonada e tomada pela vegetação, o que faz com que floresta e áreas urbanas se tornem uma coisa só.

Além disso, Crysis 3 será focado na sobrevivência e em como a caça pode se tornar o caçador. Isso porque o personagem principal será o alvo tanto da raça alienígena Ceph quanto dos soldados da CELL, que tentarão prendê-lo para obter a icônica nanosuit.

Para combater essas duas ameaças, você será equipado com um arco totalmente personalizável, o que permite a criação de diferentes táticas de combate, além de dar um ar muito mais selvagem ao tecnológico protagonista.

Plataformas: PC, PS3 e X360

  • Dead Space 3

deadspace3-e1

 

A série Dead Space já tirou o sono de muitos jogadores com seus aterrorizantes capítulos e com seu enredo cativante. Dead Space 3 é o terceiro título da saga de Isaac Clarke, no qual  o destemido protagonista luta pela sua própria sanidade, pela sua sobrevivência e, por que não, por todo o planeta Terra.

Desta vez, Isaac não está sozinho e um segundo jogador — John Carver — pode ser adicionado à aventura, iniciando um modo cooperativo. Entretanto, a campanha principal pode ser desfrutada inteiramente no modo single player, sem maiores problemas. Os dois protagonistas poderão utilizar o novo recurso de cover up, para se proteger dos tiros dos inimigos.

Contando com uma nova gama de monstruosidades necromórficas, zumbifílcas, incluindo os novos Feeders e os conhecidos Unitólogos, o título disponibiliza armas mais poderosas e também mais criativas. Os jogadores ainda poderão coletar vários tipos diferentes de metal, derrubados pelos inimigos mortos, para modificar os armamentos.

Por fim, Dead Space 3 levará os gamers aos locais mais tenebrosos do espaço, passando por imensas salas com gravidade zero em meio a ataques de surpreendentes criaturas. Nada como continuar uma aventura que ainda ficou meio “engasgada” desde o último capítulo.

John Carver não será tão suscetível ao estresse emocional como Isaac Clarke e o produtor já avisou também que não terão mais monstros para matar, mas que as rodadas serão mais violentas e difíceis. Se você decidir jogar apenas com o Issac vai ver como ele vai reagir de forma diferente aos acontecimentos e ficará mais assustado também. Digamos que John está no jogo para diminuir o fardo do Isaac.

Outra novidade é o uso do Kinect. Com comando de voz você poderá curar ou ressuscitar o seu parceiro, além de saber sobre munição, objetivos do jogo ou troca de armas.

Plataformas: PC, PS3, X360 e WIIU

 

  • Gears of War: Judgment

Gears of War Judgment

Com mais de 18 milhões de cópias vendidas entre os 3 games da série, “Gears of War” pode ser considerada uma das jóias da coroa do Xbox 360.

A série que popularizou o ‘tiroteio com cobertura’ e o multiplayer cooperativo nesta geração de consoles parecia ter encontrado seu fim em “Gears of War 3”, de 2011, mas retorna para mais uma rodada com “Judgment”, que promete injetar novas idéias e melhorar – ainda mais – as batalhas multijogador no Xbox Live.

Para produzir “Judgment”, a Epic Games escalou o estúdio People Can Fly, de “PainKiller” e “Bulletstorm” – e que no passado, fez a competente adaptação do primeiro “Gears” para PC.

Dia do Julgamento

A trama de “Judgment” se passa nos primeiros dias da guerra contra os Locust, 15 anos antes do primeiro “Gears of War”. Os humanos de Sera acabaram de sair do conflito conhecido como ‘Pendulum Wars’, uma guerra mundial que durou 79 anos, e precisam lidar com a ameaça de uma espécie subterrânea, até então desconhecida.

As táticas e veículos das ‘Pendulum Wars’ não se aplicam na luta contra os Locust. Para a People Can Fly, a melhor comparação é o conflito do Vietnã: o exército americano estava preparado para a 2ª Guerra, na Europa, mas precisou reaprender a lutar para encarar a guerrilha vietcongue.

Levar a saga de volta no tempo foi uma decisão inteligente, pois permite explorar outros personagens: já acompanhamos a jornada de Marcus na trilogia original. Dominic foi o centro das atenções em “Gears of War 2” e Cole Train teve seu momento na ribalta no terceiro jogo. Agora é a vez de Baird, o espertinho mal-humorado, brilhar.

Plataformas: X360

  • GTA V

GTA V

“Grand Theft Auto V” marca o retorno da Rockstar Games para sua principal grife, após explorar novas frentes em “Max Payne 3”, “L.A. Noire” e “Read Dead Redemption”.

Com três protagonistas e um mundo ambiciosamente grande e detalhado, o jogo também representa uma verdadeira revolução no gênero que “GTA” popularizou, tanto na narrativa quanto na ação.

“Grand Theft Auto V” se passa em Los Santos, a versão fictícia da ensolarada Los Angeles, nos EUA, bem conhecida pelos veteranos de “San Andreas”. A cidade é o lar de Michael, Franklin e Trevor, os bandidos controlados pelo jogador. Também é o cenário mais detalhado e cheio de vida já criado pela Rockstar.

Ação em dose tripla

Para superar o carisma de Niko Belic, de “GTA IV”, e de John Marston, o caubói de “Red Dead Redemption”, “Grand Theft Auto V” não repetirá a fórmula do game anterior, com um personagem forte envolvido em uma trama complexa. Ao invés disso, serão três protagonistas distintos, com suas próprias motivações e histórias correndo em paralelo. E você pode alternar entre eles a qualquer momento fora das missões.

Plataformas: PS3 e X360

  • Injustice: God Among Us Injustice God Amog Us

Injustice: Gods Among Us é um game de luta que coloca os personagens do universo DC em pancadarias desenfreadas entre heróis e vilões famosos, como Batman, Flash, Harley Quinn e Superman.

Mas não pense que as batalhas serão apenas uma briga de mocinhos contra bandidos: devido a um acontecimento misterioso, não há mais distinção entre bem e mau, o que causou um verdadeiro caos para os dois lados. Agora, velhos aliados também vão se enfrentar sem remorso para provar quem é o mais forte.

A jogabilidade de Injustice se apoia pesadamente na interatividade com os cenários. Diferente de outros game de luta, você vai poder usar os objetos espalhados pela arena para espancar seus adversários, como postes, carros, containers e pilares – exatamente como nos quadrinhos.

Plataformas: PS3, X360 e WIIU

  • Tomb Raider 2013

Tomb Raider 2013

Lara mostra que evolui durante o jogo e não fica apenas como uma menina frágil que não sabe se defender. A personagem ataca seus malfeitores, se fere, sobrevive como pode e vai com tudo para cima de quem tenta impedir seu salvamento.

O novo Tomb Raider marca o reinício da história da heroína, que agora está mais jovem e ainda não tem experiência como exploradora e caçadora de relíquias. A aventura se passa em uma ilha remota, onde Lara vai parar após um naufrágio.

A ideia é mostrar a personagem mais “frágil”, mas, ainda assim, capaz de lidar com os perigos e sobreviver sozinha, com poucos recursos e contando também com a sorte no meio do nada. A produtora promete uma série de surpresas nesta jornada. Tomb Raider sai em 5 de março de 2013.

Plataformas: PS3 e X360

  • Watch Dogs

Watch Dogs

Um dos maiores destaques da E3 2012, Watch Dogs é um jogo de ação em terceira pessoa em que você entra na pele de um assassino com habilidades de hacker. O game se passa na cidade de Chicago em um futuro bem próximo, época em que toda a infraestrutura urbana e até mesmo as pessoas estão sob domínio de um sofisticado sistema de controle, chamado ctOS.

Watch Dogs possui um mundo aberto livre para exploração, podendo ser considerado um Sandbox. Além de poder usar armas de fogo e executar alvos com ataques furtivos, a jogabilidade também permite que você use as habilidades de hacker do protagonista para interagir com a infraestrutura da cidade em seu benefício.

Itens eletrônicos controláveis, como pontes levadiças e até mesmo os semáforos nos cruzamentos, podem ser adulterados por você para escapar das autoridades durante uma perseguição ou simplesmente para causar o caos. O jogo tem previsão de lançamento para algum momento de 2013, para as plataformas PC, Xbox 360 e PlayStation 3, mas também deve estar disponível nos consoles da próxima geração.

 

2 Comentários

  1. [COBRA] KAMPAS

    3 de janeiro de 2013 em 13:41

    ae kabanna,

    de novo… não consigo votar…. vc mexeu em alguma coisa nas autorizações…..

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Verifique também

Amazon patenteia método para encontrar piratas de streaming

Técnica pretende identificar a origem do conteúdo vazado por meio de dados possivelmente i…