Obama quer US$ 10 milhões para estudos da relação entre games, mídia e violência

DE SÃO PAULO

O presidente dos Estados Unidos anunciou, nesta quarta-feira (16), um pacote de medidas para conter a violência relacionada às armas de fogo.

Além de limitar a quantidade de balas por pente e obrigar a consulta de antecedentes criminais para qualquer venda de armas, entre outras propostas, Barack Obama quer US$ 10 milhões para que o Centro de Controle de Doenças do país desenvolva pesquisas sobre a relação entre videogames, imagens de mídia e violência.

Jim Watson/AFP
Barack Obama assina ações diante de crianças que lhe escreveram pediram medidas pelo fim da violência armada
Barack Obama assina ações diante de crianças que lhe escreveram pediram medidas pelo fim da violência armada

O discurso foi feito diante de pais de vítimas do massacre na escola Sandy Hook, em Newtown, e de crianças que enviaram cartas à Casa Branca pedindo segurança. “Nós não nos beneficiamos da ignorância. Nós não nos beneficiamos por não conhecermos sobre esta epidemia de violência”, disse o presidente. “O Congresso deve financiar pesquisa sobre os efeitos que games violentos têm em mentes jovens.”

As medidas foram anunciadas menos de uma semana depois da reunião entre o vice-presidente Joe Biden e membros da indústria de jogos. Os participantes discutiram as possíveis conexões entre videogames e violência, como parte do cronograma da força-tarefa anti-violência comandada por Biden, formada após o tiroteio em Sandy Hook.

“Sabemos que este é um problema complexo”, disse Biden a executivos de companhias como Activision Blizzard, Electronic Arts e Take-Two Interactive (responsáveis pelas séries “Call of Duty”, “Medal of Honor” e “Borderlands”, três dos games mais populares e violentos de 2012), além de pesquisadores da área. “Não há uma resposta única e, francamente, nós nem mesmo sabemos se algumas das coisas que as pessoas pensam que impactam nisto realmente têm impacto ou não”, completou.

Chris Ferguson, professor de psicologia da Tamiu (Texas A&M International University) e que estava presente no encontro com Biden, disse ao “Wall Street Journal” que estava “cautelosamente otimista” sobre os resultados da pesquisa. A principal preocupação do professor é a pressão política que o Centro de Controle de Doenças poderá sofrer na condução das pesquisas.

OUTRAS PROPOSTAS

Obama apresentou outras propostas importantes, como obrigar a consulta de antecedentes para qualquer venda de armas, proibir armas com “características militares” –como mira telescópica–, e limitar a capacidade das armas a dez cartuchos (tiros), terão de passar pelo aval de um dividido Congresso.

Nos EUA, o pacote foi apresentado como a iniciativa de controle de armas mais importante em décadas, mas as medidas são tímidas na comparação com outros países.

A NRA (Associação Nacional do Rifle, maior grupo pró-armas do país) criticou as propostas. “São os proprietários de armas honestos que serão afetados”, disse em nota.

fonte: http://www1.folha.uol.com.br/tec/1216241-obama-quer-us-10-milhoes-para-estudos-da-relacao-entre-games-midia-e-violencia.shtml

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Verifique também

WhatsApp caiu: app não deixa usuários fazerem login nesta segunda (11)

WhatsApp está fora do ar para alguns usuários no Android e iPhone; app pede para esperar 5…