Da esquerda para direita, vice-presidente de operações do MercadoLivre, Stelleo Tolda, vice-presidente de negócios dos Correios, José Furian Filho, e diretor geral do MercadoLivre no Brasil, Helisson Lemos
Da esquerda para direita, vice-presidente de operações do MercadoLivre, Stelleo Tolda, vice-presidente de negócios dos Correios, José Furian Filho, e diretor geral do MercadoLivre no Brasil, Helisson Lemos

Esta semana eu comprei uma bateria nova para meu laptop no MercadoLivre. Encontrá-la foi fácil, comprá-la também. O único problema é o frete: entrei em contato por e-mail para saber quanto era, paguei separado e precisei enviar comprovante do pagamento (um screenshot).

Mas parece que essa complicação está prestes a acabar: o MercadoLivre fechou uma parceria com os Correios para facilitar o cálculo do frete e o envio do produto.

Segundo o IDG Now, o MercadoEnvios pode ser adotado sem custo pelos 5 milhões de vendedores no ML. Dessa forma, a página do produto recebe uma calculadora de frete com as opções Sedex ou PAC.

O frete é calculado “utilizando tarifas especiais dos Correios até 20% mais baratas”, segundo o ML, e então somado ao valor do produto. E você pode acompanhar a entrega do produto na própria página de compra, em vez de ir ao site dos Correios.

O sistema também facilita as coisas para o vendedor, gerando uma etiqueta que ele pode imprimir, colar no pacote e enviar ao cliente. O MercadoEnvios aparentemente estava disponível para alguns vendedores desde outubro do ano passado, mas agora pode ser usado por todos.

A adesão ao MercadoEnvios é opcional, mas o diretor-geral do ML espera que ele seja bastante usado: com isso, a empresa poderá conseguir tarifas melhores junto aos Correios, dada a quantidade de produtos que o MercadoLivre envia – 53 milhões só em 2011. Outro executivo da empresa diz que o acordo com os Correios não é de exclusividade: no futuro, outras empresas de entrega poderão ser parceiras.

Enfim, o MercadoLivre está resolvendo o problema do frete. Agora falta cuidar dos vendedores picaretas por lá.

 

Fonte: http://revistapegn MercadoLivre via IDG Now

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Leia também

Piloto consegue pousar avião partido ao meio em Denver, nos EUA

Um piloto conseguiu uma façanha digna de filmes de ação na última quarta-feira (12). Ainda…