A NRA (Associação Nacional de Rifles), organização em defesa do uso livre de armas de fogo nos EUA, publicou um comunicado, na sexta-feira (21), culpando os games violentos pelo massacre ocorrido na pequena cidade de Newtown, no Estado de Connecticut, na semana passada. Segundo o vice-presidente da organização, Wayne La Pierre, o número de homicídios tem aumentado no país pelo fato de “existir uma corrupta e insensível indústria que vende violência às pessoas”. Os comentários vieram depois que o governador do Estado da Virginia, Jay Rockefeller, propôs um estudo para mensurar o impacto em crianças de conteúdo violento em video-games.

La Pierre foi mais longe e citou nomes de jogos que, para a organização, são sinônimo de vício e violência:BulletstormGrand Theft AutoMortal KombatSplatterhouse e Kindergarten Killer. Ele também falou sobre filmes de “derramamento de sangue, como Psicopata Americano e Nascidos Para Matar como responsáveis por massacres como o ocorrido na última passada.

Cena de 'Grand Theft Auto IV', um dos jogos apontados pela NRA como responsáveis por violência nos EUA
Cena de ‘Grand Theft Auto IV’, um dos jogos apontados pela NRA como responsáveis por violência nos EUA
“E eles (a indústria) ainda têm a coragem de chamar isso de entretenimento. Mas será que isso é verdade? Fantasiar sobre matar pessoas como forma de relaxar não é a forma mais suja de pornografia? Em uma corrida ao fundo do poço, conglomerados de mídia competem para ver quem mais choca, viola e ofende os padrões da sociedade civilizada, trazendo um misto tóxico de comportamento inaceitável e criminalidade cruel às nossas casas – todos os dias, de todos os meses, de todos os anos.”
A vice-presidente da ECA (Associação de Consumidores de Entretenimento), Jennifer Mercurio, respondeu aos ataques em comunicado, discordando da postura da NRA. “Diversos volumes de pesquisa científica dizem que não há ligação direta entre a violência na mídia e a violência na vida real. Como temos visto pelos jornais, esta é uma situação perpetrada por pessoas com problemas mentais e pela falta de habilidade de suas famílias em lidar com o problema a tempo. Nossos corações seguem sofrendo depois de um crime tão horrível”, lamentou.
Fonte: games.terra

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Verifique também

Nova série da Netflix, Ares é tão assustadora que pessoas desistem de assistir em minutos

A produção é a primeira da Netflix na Holanda, e mostra uma seita de elite no meio de Amst…