Depois de adquirir e de promover a “sinergia” entre as duas companhias, parece que finalmente o Google começará a tirar proveito daquilo que é inventado na Motorola. O negócio avaliado em US$ 12,5 bilhões no ano ano passado deu ao gigante da internet um enorme portfólio de patentes. Mais do que isso, permite ao Google explorar uma série de possibilidades do mercado de dispositivos móveis. A Motorola estaria preparando o “concorrente do iPhone”, nas palavras do periódico Wall Street Journal.

google-motorola1

De acordo com o jornal, funcionários da Motorola estão envolvidos em duas frentes bastante distintas. Na primeira, inventam próximos aparelhos a serem vendidos em parceria com operadoras. O WSJ cita a linha Droid. À venda nos Estados Unidos pela Verizon Wireless, a linha Droid chega a outros mercados com o nome de Milestone. Muita gente adora o Milestone velho de guerra, ainda com teclado QWERTY físico.

A outra frente nos interessa bem mais. Estariam focados no desenvolvimento do “telefone X” – um smartphone com tecnologia suficiente para concorrer diretamente com o iPhone da Apple. Se vai por medo ao iTreco mais desejado, esteja certo de que também concorrerá com o Galaxy SIII da Samsung e o Lumia 920 fabricado pela Nokia (apenas para citar os usuais suspeitos).

Ainda de acordo com o jornal, o Google colocou um executivo da divisão de mapas e localização geográfica para tocar a criação do telefone X. Entre os atributos encomendados: melhor saturação da câmera fotográfica e melhor software para tirar fotos. Também esperam integrar a tecnologia de reconhecimento de gestos e imagens de uma empresa iniciante adquirida pelo Google nos últimos meses.

Mercado_Smartphone

Parece-me que este primeiro movimento da chamada Googlerola (nome não oficial) será definitivo para mostrar do que a Motorola é capaz. Estamos falando de uma companhia com décadas de existência sendo controlada pelo gigante da web. O Google sabe muito bem onde quer chegar com o sistema Android. Hardware combinado com software fazem toda a diferença para que o consumidor tenha uma experiência superior, como costumam defender os executivos da Apple.

O Google tem tudo para assumir de vez a linha Nexus ao fabricar os aparelhos com a Motorola. Só não me pergunte o que a LG, a Samsung, a HTC e demais fabricantes vão achar do tratamento diferenciado.

Fonte: tecnoblog

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Verifique também

Sony decide fechar fábrica em Manaus e parar de vender TVs e câmeras no país

Assista vídeo da CNN https://www.cnnbrasil.com.br/business/2020/09/15/sony-decide-fechar-f…