Aproveite a possibilidade de trocar o processador do seu desktop sem comprar um PC novo – ela pode estar com os dias contados. A partir de 2014, a Intel pode começar a vender processadores de desktops soldados na placa-mãe e que não podem ser substituídos, acabando com uma grande diversão de muita gente: fazer upgrade no próprio PC.

Três fontes distintas – ZDNetSemiAccurate e Impress Watch – dizem que a Intel pensa em substituir a conexão usada atualmente por seus processadores. Os chips de desktop usam land grid array (LGA), mas passariam a usar ball grid array (BGA), a mesma forma como processadores de laptops são conectados à placa-mãe.

Enquanto com o LGA eles podem ser encaixados, no BGA eles precisam ser soldados na placa, o que acaba com a possibilidade de substituí-los – se quiser um processador melhor, você precisaria comprar uma placa nova.

Isso aconteceria apenas quando a linha Broadwell (5ª geração) chegasse ao mercado, o que só deve acontecer em 2014. Antes disso, em 2013, ainda teremos a 4ª geração da Intel: os chips Haswell ainda poderiam ser substituídos em suas versões de desktop, como acontece com os atuais Ivy Bridge.

Engadget especula que o motivo da Intel fazer isso é que tanto ela quanto as fabricantes de PCs seriam beneficiadas. Enquanto a Intel teria mais controle das placas-mãe, as fabricantes gastariam menos na montagem e poderiam impulsionar a venda de PCs.

Por enquanto trata-se apenas de rumores, mas é algo bastante preocupante para a comunidade “do-it-yourself“, que adora mexer nas peças do próprio computador. Pode ser que isso se torne apenas algo do passado, e a cada vez que você quiser melhorar seu PC tenha que comprar um novo – o que sai bem mais caro para o seu bolso.

Se já não bastasse as contínuas mudanças nos soquetes de seus processadores, fazendo com que a sua placa mãe recém comprada não suporte a próxima geração de processadores, nos obrigando a sempre comprar novas placas mãe, ela tenta acabar de vez com o Upgrade individual, gerando assim a obrigatoriedade do consumidor ter sempre que comprar o Kit Placa Mãe com processador.

A AMD poderá ser a única opção para nós Gamers? Qual a sua opinião?

 

Fonte: gizmodo via Engadget e Ars Technica

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Verifique também

YouTube lança plataforma de vídeos curtos para competir com TikTok

Em fase de testes, YouTube Shorts está disponível somente para usuários de Android na Índi…