A Black Friday é um evento anual nos EUA onde lojas oferecem descontos enormes no preço de vários itens. Uma grande festa do consumismo! Embora tenhamos a nossa versão (capenga) da Black Friday, nada melhor do que a original, certo? Mas como aproveitar aqueles descontos da terra do tio Sam sem sair do Brasil?

O grande problema é que a maioria das lojas norte-americanas não despacham para fora do país. Se no eBay já é relativamente difícil encontrar vendedores dispostos a mandar produtos para cá, em grandes lojas do varejo essa é uma missão quase impossível. Há exceções — a Amazon, por exemplo, manda filmes, livros (isentos de impostos) e Kindles (com impostos retidos na fonte) —, mas a regra geral é que, na hora da compra, você trava na hora de dar o seu endereço.

Existem meios de driblar essa limitação. E antes que alguém questione, não, não se trata de nada ilegal. Importando produtos dessa forma você muito provavelmente pagará os impostos devidos e outras eventuais taxas que a distância impõe. Além disso, é praticamente inviável comprar itens fisicamente grandes (o frete fica salgado). Mas trata-se da Black Friday: os descontos podem compensar, e a compra pode valer a pena.

Onde encontrar ofertas

Diversas lojas americanas fazem ofertas de Black Friday pela internet. O site BlackFriday.com reúne a maioria, e a lista é imensa: mais de 1.400 lojas especializadas em todo tipo de produto – incluindo as mais conhecidas por lá, como Best Buy, Newegg e Target. Este é um dos principais lugares para se encontrar ofertas de Black Friday: ajuda o fato do site exibir ofertas que só começam a valer na sexta-feira. A busca do site está longe do ideal, mas quebra um galho.

Gizmodo americano fez uma lista enorme de todas as ofertas de Black Friday que puderam encontrar. A lista é separada por produtos, e indica as melhoras ofertas. Você pode separar a lista por loja, salvar itens em sua wishlist, e fazer busca por nome e preço máximo. Mas fique atento: algumas ofertas são “In-Stores Only”, ou seja, só em lojas físicas nos EUA.

O The Verge também está reunindo as melhores ofertas de cada loja, e você pode conferi-las aqui. Assim como o Gizmodo, eles não colocam o link direto para cada produto: você precisa ir ao site da loja e buscá-lo.

Mas o esforço pode valer a pena. Por exemplo, você pode levar:

– o laptop Toshiba L855-S5372 de 15.6″ com processador Core i7 por US$580 na Staples (ele custa pelo menos US$650);

– o tablet Samsung Galaxy Tab 2 7″ por US$178 na Sears (que custa mais de US$200);

– uma Canon T3 com lente kit por US$450 na Best Buy (ela sai por no mínimo US$500);

– um Xbox 360GB de 4GB com Kinect por US$180 na Fry’s (que custa pelo menos US$250);

e muito mais – basta procurar a melhor oferta para você.

OK, escolhi meus produtos, mas como vou enviá-los para o Brasil? Há duas formas principais de fazer essa importação:

1) Terceirizando a compra inteira

Alguns serviços fazem todo o trabalho para você: compram o produto nos EUA e o enviam para um endereço aqui no Brasil. As opções mais conhecidas são o BoxBrazil e MercadoDireto.

É de longe a forma mais cômoda, mas também a mais cara. O preço do serviço de entrega não é dos mais baratos e o desembaraço na alfândega, mais impostos, dependendo do produto quase ultrapassa o seu valor. Fizemos uma simulação nos dois sites com um iPad, de US$ 499, e o preço chegou a R$ 1.869 (MercadoDireto, com 10% de desconto no pagamento via cartão internacional) e R$ 2.030,75 (BoxBrazil, pagamento no cartão nacional ou internacional).

Como em quase tudo na vida, você paga a mais pela comodidade. Há outra opção? Sim. Ela exige um pouquinho mais de trabalho da sua parte, mas felizmente mantém o que interessa: o envio dos produtos para cá.

2) Terceirizando a entrega

O grande empecilho de se comprar algo nos EUA é a entrega — como a maior parte das lojas não manda os pedidos para o Brasil, você fica de mãos atadas. É aí que entram sites como PuntoMio,MyUSShip2MeSkyBOX e Brazzusa: eles se encarregam apenas de receber e despachar o produto; a compra fica por sua conta.

leia + em http://www.gizmodo

2 Comentários

  1. [C.T.G] PANDA

    22 de novembro de 2012 em 13:38

    Grande hora para se ter dinheiro para comprar….

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Verifique também

Feliz aniversário NAGEL

Brother, desejamos tudo de bom pra uma pessoa querida como você! Muita saúde, paz, família…